Correio do Minho

Braga, quarta-feira

Vinte e dois arguidos acusados de tráfico de estupefacientes
B Fachada, Emmy Curl e Joana Espadinha participam na Green Week de Guimarães

Vinte e dois arguidos acusados de tráfico de estupefacientes

Ricardo Rio: “Queremos que os TUB sejam, de facto, uma alternativa credível, na qual os bracarenses podem confiar”

Casos do Dia

2018-04-11 às 10h17

Redacção

Alegada rede de tráfico de estupefacientes foi desmantelada, em Outubro do ano passado, pelo NIC?da GNR de Braga, com o Ministério Público a deduzir acusação contra 22 arguidos.

O Ministério Público na Comarca de Braga acusou 22 arguidos de tráfico de estupefacientes, sendo os crimes cometidos em diversos locais, incluindo estabelecimentos prisionais, anunciou ontem a Procuradoria-Geral Distrital do Porto (PGDP).
Em nota publicada na sua página na Internet, a PGDP refere que factos decorreram em 2017, entre o início do ano e 8 de Outubro, envolvendo grandes quantidades de estupefacientes (heroína, cocaína e haxixe) que eram transacionados em diversos locais, inclusive em estabelecimentos prisionais.
Acrescenta que nos autos estão apreendidos cerca de 10 mil euros encontrados na posse de alguns arguidos.
Dos 22 arguidos, oito encontram-se a aguardar julgamento sujeitos a prisão preventiva, a mais grave das medidas de coacção.

A rede foi desmantelada em 8 de Outubro, no âmbito de uma investigação do Núcleo de Investigação Criminal da GNR de Braga, que decorria há cerca de sete meses.
Durante a operação, foram efectuadas 13 buscas domiciliárias e quatro não domiciliárias em vários concelhos dos distritos de Braga e Porto, tendo sido apreendidos 2,8 quilos de haxixe (suficiente para mais de cinco mil doses), 1.242 doses de heroína, 1.050 doses de cocaína, duas plantas de cannabis e diverso material relacionado com o tráfico de droga.
Uma das buscas foi no Estabelecimento Prisional de Paços de Ferreira, tendo como alvo um recluso, que foi constituído arguido.
Foram ainda apreendidas dez armas de fogo, 1.380 munições de diversos calibres, dois sabres baioneta e três caixas de pólvora, além de 13 telemóveis e um ipad e dois veículos.
A maioria dos arguidos responde por tráfico de estupefacientes agravado.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.