Correio do Minho

Braga, quarta-feira

- +
Vinho Verde Fest 2020 registou “adesão muito interessante”
Mujães já tem mais rede de águas residuais

Vinho Verde Fest 2020 registou “adesão muito interessante”

Município de Famalicão é Familiarmente Responsável

Vinho Verde Fest 2020 registou  “adesão muito interessante”

Braga

2020-10-25 às 06h00

Miguel Viana Miguel Viana

Festival dedicado ao vinho verde da região decorreu em formato ‘online’ e contou com a presença de dezenas de produtores. Os vinhos foram divididos, pela primeira vez, em quatro categorias.

Vinte e uma qualidades de vinho foram distinguidas no jantar de encerramento da sétima edição do Vinho Verde Fest que decorreu na sexta-feira à noite.
O objectivo foi premiar os produtores participantes na edição deste ano que decorreu de forma virtual.
“A adesão dos produtores foi muito interessante. A nossa abordagem foi um bocadinho provocadora. Tentámos que as pessoas fizessem coisas diferentes, arriscassem ementas que habitualmente não fazem e harmonizações com o vinho. A restauração entusiasmou-se e muitos deles querem voltar a fazer”, disse Rui Marques, director geral da Associação Comercial de Braga (ACB), entidade que organizou o Vinho Verde Fest conjuntamente com a Câmara Municipal de Braga.
O responsável da ACB destacou que também os consumidores saíram a ganhar na edição deste ano do Vinho Verde Fest.
“As pessoas consomem mais vinho verde e está presente uma vontade de aprender mais, de se qualificarem mais. Estas iniciativas dos jantares vínicos (foram feitos nove ao longo do festival), foram uma ocasião extraordinária para escoarem stocks”, adiantou Rui Marques.
O próximo desafio passa por continuar a estimular o consumo de vinho verde e “capacitar o sector da restauração a este nível. De uma forma geral o sector ainda tem lacunas ao nível do serviço de vinhos. É preciso mais formação”, destacou Rui Marques. O concurso teve sete categorias (brancos, tintos, rosados, espumantes, alvarinhos, loureiro e vinhão).
O vereador do pelouro do Turismo na Câmara de Braga, Altino Bessa destacou que o evento ajudou no desenvolvimento do sector. “Estamos aqui para ajudar a restauração e o turismo. Estamos a dizer que é possível dar uma palavra de esperança ao sector, para que não esmoreçam, e que podemos potenciar a actividade comercial”, referiu Altino Bessa.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho