Correio do Minho

Braga, sábado

- +
Vimaranense Rui Bragança de bronze na Europa e com confiante nos olímpicos
Economia do concelho registou crescimento extraordinário

Vimaranense Rui Bragança de bronze na Europa e com confiante nos olímpicos

Diversidade Cultural à mesa em Famalicão de 20 a 23 de maio

Vimaranense Rui Bragança de bronze na Europa e com confiante nos olímpicos

Desporto

2021-04-09 às 20h00

Redacção Redacção

Minhoto conquistou a medalha de bronze no Europeus de taekwondo disputados em Sófia e afirmou-se confiante para a luta por um lugar nos Jogos Olímpicos Tóquio 2020, na categoria de -58kg.

O atleta vimaranense Rui Bragança conquistou ontem a medalha de bronze nos Europeus de Taekwondo e fez um balanço “positivo” da prova, afirmando- -se ainda confiante de que daqui a um mês, também em Sófia, vai garantir um lugar em Tóquio 2020 na categoria de -58kg.

“É bom, não pela medalha, mas pelo trabalho que fizemos hoje [ontem]. Nos três combates, mesmo o que perdi, deu para tirar muitas notas boas e perceber onde tenho de melhorar. Saldo positivo”, disse o minhoto.

Na disputa pela presença na final, Rui Bragança, campeão da Europa em 2014 e 2016, foi derrotado pelo espanhol Adrián Vicente, por 21-11, arrebatando uma medalha de bronze na competição continental.

“A agressividade, resistência e controlo dos combates foram bons, falta não sofrer aqueles pontos todos seguidos que fizeram toda a diferença. Apesar de ser sempre a mesma técnica e a variante pequena, não consegui cobrir”, lamentou, exemplificando com o passar de vantagem 4-0 para 4-7 e de desvantagem de 11-14 para 11-21.

O lutador que actualmente representa o Benfica, quinto do ranking europeu, entende que agora é “trabalhar essa parte e ficar atento”, assumindo que na qualificação olímpica, de 7 e 8 de Maio em Sófia, “o nível vai ser ainda mais alto”.

“O objectivo é ganhar a medalha de ouro e sem sofrer pontos, por isso nunca podemos cumprir todos os objectivos. Dentro do que tínhamos planeado, os resultados foram bons. Daqui a um mês é para chegar à final e garantir o apuramento olímpico, senão fosse para isso não valia a pena estar aqui”, frisou.

De Sófia sai com a “mesma humildade” com que chegou aos Europeus e promete “trabalhar ainda mais duro e com mais afinco” para garantir que na qualificação olímpica “não vai haver arrependimentos”.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho