Correio do Minho

Braga, sexta-feira

- +
Vila Verde vota orçamento de 40,7 milhões
Quinta Pedagógica e BUILD concorrem a prémio internacional

Vila Verde vota orçamento de 40,7 milhões

Município e BragaHabit alargam apoios à habitação e aumentam a sua abrangência

Vila Verde vota orçamento de 40,7 milhões

Cávado

2021-11-29 às 06h00

Marlene Cerqueira Marlene Cerqueira

Câmara de Vila Verde vota hoje, em reunião do executivo municipal, as Grandes Opções do Plano e Orçamento para 2022/2026, documento que contempla para 2022 um investimento de 40,7 milhões de euros.

Citação

A Câmara de Vila Verde aprecia hoje a proposta de Grandes Opções do Plano e Orçamento para 2022. O documento, que deve ser aprovado pela maioria do PSD, liderada por Júlia Fernandes, prevê um investimento global de 40.701.458 euros.
Em comunicado, é citada a líder do executivo que assegura “uma gestão de rigor e transparência” para a concretização de “uma estratégia clara de desenvolvimento sustentado do concelho e reforço contínuo da qualidade de vida”.
No documento é dada prioridade à inclusão social e ao investimento na valorização social e profissional das pessoas. “A educação, a saúde, a dinamização económica descentralizada e promotora de emprego, a valorização ambiental de um concelho que quer ser ainda mais verde, assim como a modernização de infra-estruturas públicas e melhoria contínua das vias de comunicação, são pontos-chave do Município para 2022”, realça Júlia Fernandes, apontando que o documento é coerente “com a estratégia partilhada com os eleitores” nas autárquicas.

A maior fatia do Orçamento Municipal destina-se às funções sociais, o que, na óptica da presidente, “é sintomático de que tudo vai ser feito para que o concelho se revele solidário e inclusivo”, mas “sem perder de vista a vertente da requalificação e modernização de infra-estruturas e equipamentos públicos” necessária para “alavancar a competitividade da economia”.
A educação é encarada como “um sector nuclear do progresso social, para o qual se reserva um importante investimento de recursos na capacitação das novas gerações”, apostando “na melhoria das condições de funcionamento e atractibilidade do parque escolar”, a par de uma política de constante apoio às famílias, no âmbito das medidas de acção social escolar.

No capítulo da acção social, é destacado “o trabalho de parceria com todas as instituições”, que “são quem melhor conhece a realidade e que, no terreno e realizam um trabalho insubstituível”.
Na perspectiva de optimizar todos os recursos e meios disponíveis, o Município pretende fazer “o melhor aproveitamento das oportunidades de investimento criadas com os mecanismos de apoio financeiro” no âmbito do Portugal 2020, do PRR e do Portugal 2030.

A mobilização de recursos, designadamente dos fundos estatais e comunitários, visa sobretudo a melhoria dos serviços básicos essenciais, reforçando o investimento nas redes de saneamento e de abastecimento de água e apostando na crescente eficiência do serviço de recolha dos resíduos sólidos urbanos.
A modernização da rede viária é também apontada como “condição fundamental para o desenvolvimento e atractividade territorial”, reclamando, por conseguinte, também, a prossecução do plano de requalificação das infra-estruturas que percorrem o concelho e a continuidade do investimento na mobilidade sustentável, ampliando a rede de ciclovias e percursos pedonais e avançando com a construção de novos troços da ecovia Homem-Cávado.

Dia da Pessoa com Deficiência assinalado durante uma semana

O Município de Vila Verde promove, a partir de hoje, uma semana de actividades dedicadas a assinalar o Dia Internacional da Pessoa com Deficiência, reforçando a estratégia de parceria e cooperação para a inclusão e valorização social das pessoas com deficiência.
O lançamento de um livro desenvolvido pelos utentes do complexo de Vila Verde da APPACDM, que foram os autores de ilustrações que permitem ler e contar histórias, marca o programa, que envolve diversos espaços e instituições.
A Escola Secundária de Vila Verde acolhe hoje, às 10 horas, a projecção do filme ‘Campeones’, de Javier Gutiérrez, seguindo-se um programa na Rádio Voz do Neiva (‘CLDS com Voz’), com a participação do Lar Residencial e CAO da Santa Casa da Misericórdia de Vila Verde e do Complexo local da APPACDM de Braga. Estas instituições estarão novamente juntas amanhã, para uma acção de sensibilização para as questões da inclusão das pessoas com deficiência.

Na quinta-feira, será a vez de envolver o sector económico e empresarial na causa da inclusão social, com o lançamento do selo ‘Empresas e Entidades Inclusivas’, numa cerimónia que terá lugar às 11 horas, na Casa do Conhecimento, onde será ainda apresentado o vídeo ‘Alta Promoção’.
‘Histórias comidas: Eu Consigo!’ é a obra a apresentar na sexta-feira, dia 3 de Dezembro, num momento alto do programa que marca a comemoração do Dia Internacional da Pessoa com Deficiência. Num trabalho orientado pela professora de educação visual Mi Maria Martins, o livro desenvolve-se com desenhos, sendo cada um adaptado à palavra, ao texto que cada ‘leitor’ pretende construir. Numa iniciativa do complexo de Vila Verde da APPACDM, a edição do livro pretende partilhar um meio facilitador para a inclusão, em função das necessidades, capacidades e nível de funcionalidade de cada ‘leitor’.

Deixa o teu comentário

Banner publicidade

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login Seta perfil

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a Seta menu

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho