Correio do Minho

Braga,

Vila Verde vai “amarrar com todas as forças” projecto do Centro de Alto Rendimento
Mais de um milhão de lâmpadas a iluminar o São João de Braga

Vila Verde vai “amarrar com todas as forças” projecto do Centro de Alto Rendimento

Alunos da Alfacoop limpam a floresta

Desporto

2018-09-09 às 06h00

Joana Russo Belo

António Vilela reforça ideia anunciada na apresentação do Campeonato do Mundo de Maratona. Edil diz que processo vai arrancar, esperando o apoio do Governo, através da Secretaria de Estado da Juventude e Desporto.

O anúncio já tinha sido feito na apresentação da prova e volta agora a ser reforçado: Vila Verde vai “amarrar com todas as forças” a intenção de criar um Centro Desportivo de Alto Rendimento para a Canoagem. Presi- dente da autarquia reiterou o desejo de criação do projecto, obra que se assume como uma mais- -valia na oferta desportiva da região.
“Vamos fazer o trabalho de casa e iniciar o processo. Espero que o Governo, através da Secretaria de Estado da Juventude e Desporto, acolha a ideia e nos dê o apoio técnico e financeiro necessário para desenvolver um projecto que elevará a qualidade da oferta na região e no país”, frisou o edil.

Elogiando a “qualidade” das actuais instalações do Clube Náutico de Prado e de toda a zona envolvente, António Vilela lembra ainda as qualidades naturais do espelho de água do Rio Cávado, “que têm sido bem aproveitadas pelo clube e pelo concelho, valorizando e instalando novos equipamentos de recreio e zonas de lazer que são, incontornavelmente, das melhores do país e do mundo”.
Perante as qualidades naturais, o autarca considera que “a instalação de um Centro de Alto Rendimento Desportivo seria a cereja no topo do bolo e uma oportunidade de desenvolver ainda mais a modalidade e de abrir novos desafios económicos e sociais para a vila de Prado e para o concelho”.

Declarações do presidente surgem na véspera do encerramento do Campeonato do Mundo de Maratona, uma prova “marcada pela grande participação do público e pelo entusiasmo de todos os envolvidos”.
António Vilela realçou ainda “a qualidade da organização que vem afirmar, definitivamente, a vila de Prado como uma das principais capitais mundiais da canoagem”. No fim da prova, acrescentou, “Prado e Vila Verde passarão a ser olhados ainda com mais respeito pelo mundo da canoagem”.

Verdadeiro orgulho nacional enche de cor a Praia do Faial

Um colorido símbolo do orgulho nacional. As bandeiras e os cachecóis de Portugal têm enchido de cor o Campeonato do Mundo de Maratona em Canoagem, prova que termina hoje na zona fluvial do Faial, na Vila de Prado. Depois do repto lançado pela organização nos primeiros dias, o pulsar luso não tem faltado nas zonas de apoio aos atletas e nos espaços envolventes.
“A organização, de forma particular, mas sobretudo os atletas portugueses agradecem”, faz questão de reforçar o vereador do Desporto da Câmara Municipal de Vila Verde, Patrício Araújo.

O dia de ontem - que contemplava as principais provas e a mais esperada em K1 - contou com muita gente e forte apoio à comitiva nacional. A própria ponte filipina de Prado está coberta com uma grande bandeira de apoio e com uma mensagem de ‘boas-vindas’ a todos os que visitam o Faial durante o campeonato.
“Esperamos que a tendência seja para crescer, pois, para além do colorido e do orgulho nacional, os atletas portugueses sentem-se mais motivados e as próprias comitivas estrangeiras notam o envolvimento, alegria e entusiasmo em torno da prova”, destacou ainda o vereador Patrício Araújo.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.