Correio do Minho

Braga, terça-feira

- +
Vila Verde: Tradicional malhada de feijão reforça vitalidade do mundo rural
Registados 102 casos de violência sobre profissionais no Hospital de Braga

Vila Verde: Tradicional malhada de feijão reforça vitalidade do mundo rural

Cursos técnicos: IPCA pede colaboração das empresas para contratar docentes

Vila Verde: Tradicional malhada de feijão reforça vitalidade do mundo rural

Cávado

2022-08-16 às 10h00

Redacção Redacção

Recriação na Rota das Colheitas proporciona momento de convívio popular na Loureira, numa tradição que faz parte da “nossa história e da identidade” como reforça o vice-presidente Manuel Lopes.

Citação

Com feijão “de qualidade e cheio de vitamina”, que teve de resistir ao tempo seco mas favorecido pelo calor, foi recriada uma malhada tradicional na freguesia da Loureira, numa iniciativa da Rota das Colheitas que decorre até novembro pelo concelho de Vila Verde.
"O trabalho do campo pode ser duro, mas é saudável e dá-nos mais força", garantia Fernando Fernandes, o agricultor que levou para o largo junto à praia fluvial da Loureira uma parte do feijão colhido nos campos on- de faz questão de se manter “ativo”.
A recriação da malhada de feijão, com animação do Rancho Folclórico de Godinhaços e da Associação Amigos das Concertinas de Vila Verde, atraiu as atenções no Arraial do Emigrante que chega hoje ao fim, depois de quatro dias de intensa animação.
O vice-presidente do Município de Vila Verde, Manuel Lopes, não se fez rogado ao desafio para pegar no malho, ao lado de gente do campo da freguesia e visitantes que quiseram reviver tempos ofícios do mundo rural, num momento de convívio a que não faltou ainda a “sopa de burro cansado”.
Gente de diferentes idades e profissões ajudaram a apanhar o feijão. “Não é muito, mas é de boa qualidade e cheio de vitamina”, partilhavam Fernando Fernandes e a esposa, o casal a quem o presidente da Junta de Freguesia, Fernando Ferreira, agradeceu a ajuda e a disponibilidade do material para a recriação da tradicional malhada de feijão.
Manuel Lopes “o esforço dos elementos da Junta de Freguesia e de todos os que colaboraram e trabalharam para a recriação da malhada de feijão e para a organização do Arraial do Emigrante”, vincando a importância “destes eventos que reforçam o espírito de comunidade e os laços entre pessoas de diferentes gerações e proveniências”.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login Seta perfil

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a Seta menu

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho