Correio do Minho

Braga, terça-feira

Vila Verde: Obras na rede de saneamento de Cervães já estão em curso
Mostarda & Chocolate tem a cozinha aberta durante todo o dia

Vila Verde: Obras na rede de saneamento de Cervães já estão em curso

Redução do tecto máximo do valor das propinas “é marco histórico”

Cávado

2018-05-17 às 10h00

Redacção

As obras de instalação de infraestruturas de saneamento na freguesia de Cervães, emVila Verde, já arrancaram com um investimento global de cerca de um milhão de euros.

Após um trabalho de planeamento que permitiu preparar candidaturas a fundos comunitários, o Município de Vila Verde tem como principal objectivo fazer chegar, até 2019, o saneamento básico a cerca de 75% dos lares concelhios. Em contraciclo com o manifesto desinvestimento público do actual governo, o município está a dar um grande contributo para a melhoria das condições de vida da população local, investindo em obras estruturantes para o desenvolvimento sustentável do território concelhio, defendeu o presidente da autarquia, António Vilela, durante uma visita às obras de alargamento da rede de saneamento de Cervães.
A Câmara Municipal de Vila Verde elegeu a grande aposta no alargamento e melhoria da rede de tratamento de águas residuais como uma das principais prioridades para o desenvolvimento estratégico do concelho de Vila Verde e está já em curso a concretização dos principais projectos.
O elevado volume de obras que está, actualmente, no terreno e que tem condicionado a circulação nas artérias onde estão a certa abertas as valas necessárias para a instalação das infra-estruturas, vai reflectir-se numa significativa elevação da qualidade de vida das pessoas do concelho e na preservação do equilíbrio ambiental.
O presidente da Câmara Municipal de Vila Verde, António Vilela, e o presidente da Junta de Freguesia de Cervães, Hélder Forte, realizaram uma visita de acompanhamento das obras, que rondam um milhão de euros, e constataram a satisfação das pessoas com a possibilidade de, a breve trecho, optarem pela ligação do saneamento básico às suas residências.
O edil sustenta que o alargamento da rede de tratamento de águas residuais é, hoje, um imperativo e condição essencial para o concelho prosseguir no sentido da modernização e da elevação da sua atractividade.
António Vilela considera ainda que Vila Verde, no presente mandato, vai crescer e afirmar-se como uma terra de oportunidades com base em três pilares fundamentais: o alargamento e melhoria das redes de saneamento básico e de abastecimento público de água; a reabilitação urbana e uma firme aposta na mobilidade e nas acessibilidades.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.