Correio do Minho

Braga, terça-feira

- +
Vila Verde dispõe a partir de hoje de uma estação meteorológica
Famílias famalicenses podem pedir apoio à renda

Vila Verde dispõe a partir de hoje de uma estação meteorológica

Câmara Municipal e Associação Empresarial estabelecem protocolo para reforçar Natal em Viana do Castelo

Vila Verde dispõe a partir de hoje de uma estação meteorológica

Cávado

2019-11-06 às 21h11

Redacção Redacção

O Presidente da Câmara Municipal de Vila Verde, Dr. António Vilela, sublinha que a estação meteorológica de Vila Verde vai permitir “monitorizar diversos dados que nos permitirão definir estratégias e adoptar medidas concretas para diminuir as vulnerabilidades do nosso Concelho em função das alterações climatéricas”.

No dia em que se debateu, em Vila verde, a estratégia intermunicipal de adaptação às alterações climáticas no território da NUTS III Cávado, foi inaugurada na Escola Secundária de Vila Verde, uma estação meteorológica automática, que permitirá, a partir de hoje, monitorizar diversos dados, que permitirão compreender mais eficazmente as alterações climáticas no território.

O equipamento foi inaugurado pelo Presidente da Câmara Municipal de Vila Verde, Dr. António Vilela, o Diretor da Escola Secundária de Vila Verde, Dr. João Graça, e pelo Secretário Executivo da CIM Cávado, Engº Luís Macedo, e conta com cinco sensores que permitirão medir a temperatura, a humidade relativa, a velocidade, a direção do vento, a precipitação, a pressão atmosférica e a radiação solar. O sistema é também composto por uma plataforma de gestão de dados e visualização de informação que será uma ferramenta para o território, com os dados recolhidos a serem partilhados com o Município de Vila Verde e com o Instituto Português do Mar e da Atmosfera, estando também em aberto a possibilidade de se efectuar protocolos de colaboração com instituições de ensino e investigação. Este é um projecto da responsabilidade da CIM do Cávado e financiado pelo POSEUR e Fundo de Coesão, com um valor global das seis estações construídas na CIM- Cávado, de 81 mil euros.

O Presidente da Câmara Municipal de Vila Verde, Dr. António Vilela, sublinha que a estação meteorológica de Vila Verde vai permitir “monitorizar diversos dados que nos permitirão definir estratégias e adoptar medidas concretas para diminuir as vulnerabilidades do nosso Concelho em função das alterações climatéricas”.
 
Na ótica do mesmo Edil, “este equipamento será também uma mais valia para os diversos projetos agrícolas instalados no território Vilaverdense, uma vez que permitirá aos agricultores definirem estratégicas para as suas culturas, baseadas em dados meteorológicos do respetivo concelho. A otimização da rega das suas culturas, a quantificação do número de horas de frio, e a prevenção a utilização, muitas vezes, indevida de produtos fitofármacos, são alguns dos exemplos que os nossos agricultores poderão usufruir deste equipamento.”

O Dr. António Vilela enfatiza por último “que a escolha do local para a instalação da estação meteorológica ter recaído pela Escola Secundária de Vila Verde, prende-se sobretudo com a oportunidade de dotar este complexo escolar com um instrumento científico que muito poderá enriquecer a componente letiva dos nossos estudantes. Compreender o nosso clima é o caminho que pretendemos enraizar nos nossos jovens, de forma a que sejam no futuro, embaixadores para a prevenção das alterações climáticas.”

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.