Correio do Minho

Braga, sábado

Vila Verde adere à  “Rede Regional de Ludotecas” com vista a divulgar e recuperar o jogo de tabuleiro
Nos últimos cinco anos Famalicão investiu mais de 10 milhões de euros nas escolas do 1.º ciclo

Vila Verde adere à  “Rede Regional de Ludotecas” com vista a divulgar e recuperar o jogo de tabuleiro

Espaço Empresa de Viana do Castelo abre portas num dos “concelhos mais empreendedores”

Cávado

2018-07-11 às 15h13

Redacção

A Vereadora da Educação, Cultura e Ação Social, Júlia Fernandes, representou o Município na sessão de assinatura do protocolo, que decorreu no dia 3 de julho, em Vila Real. No âmbito deste protocolo, o Município de Vila Verde compromete-se a criar uma ludoteca, a ser instalada na Biblioteca Municipal, para a qual receberá da Direção Regional de Cultura do Norte o montante de 6.172,38€ para a compra de jogos de tabuleiro.

Município de Vila Verde subscreveu, com a Direção Regional de Cultura do Norte e a Associação Cidade Curiosa, um protocolo de colaboração para a execução do projeto “Rede Regional de Ludotecas”, de forma a divulgar e recuperar o jogo de tabuleiro como ferramenta lúdico-pedagógica de socialização e integração.

A Vereadora da Educação, Cultura e Ação Social, Júlia Fernandes, representou o Município na sessão de assinatura do protocolo, que decorreu no dia 3 de julho, em Vila Real. No âmbito deste protocolo, o Município de Vila Verde compromete-se a criar uma ludoteca, a ser instalada na Biblioteca Municipal, para a qual receberá da Direção Regional de Cultura do Norte o montante de 6.172,38€ para a compra de jogos de tabuleiro.

Refira-se que o Município de Vila Verde tem vindo a desenvolver  em parceria com a Associação Cidade Curiosa várias iniciativas com vista a promover os jogos de Tabuleiro, nomeadamente já realizou o primeiro Encontro Familiar  de Jogos de Tabuleiro na Biblioteca de Prado Comendador Sousa Lima, onde estiveram presentes várias crianças com alguns dos seus familiares, numa atividade que se revelou bastante dinâmica e divertida, onde os participantes tiveram a oportunidade de jogar vários jogos de tabuleiro, pondo em prática os seus conhecimentos gerais e a capacidade de pensamento lógico. O objetivo deste tipo de ações visa promover o tempo de qualidade passado em família, fomentando os momentos de lazer, mas também de enriquecimento cultural.

A Associação Cidade Curiosa é uma associação juvenil, fundada em  2014, e tem como fim a promoção e dinamização de formas de aprendizagem lúdicas e culturais, direcionada a uma população maioritariamente jovem e extensíveis aos pais, professores, adultos em geral e à terceira idade, em diversas frentes socioculturais.

Incentiva as crianças e jovens à curiosidade, ao dinamismo, ao empreendedorismos e à participação ativa na sociedade, promovendo o pensamento crítico e criativo, criando novos públicos e novas circunstâncias. Valoriza atividades de interação familiares e de diferentes gerações e desenvolve as  iniciativas numa base de Educação Não Formal como complemento à Educação Formal, com recurso a jogos de tabuleiro.

Esta associação concorreu ao Orçamento Participativo de Portugal, tendo o Governo atribuído três milhões de euros para projetos apresentados por cidadãos, dos quais saíram vencedores 38 projetos de âmbito nacional e regional, nas áreas da cultura, agricultura, ciência e educação e formação de adultos, em Portugal Continental, e nas áreas da justiça e administração interna, nas regiões autónomas da Madeira e dos Açores. Entre os projetos vencedores encontra-se o projeto 502 Rede Regional de Ludotecas que será implementado nos concelhos de Barcelos, Braga, Esposende, Póvoa de Lanhoso, Viana do Castelo e Vila Verde.

Os objetivos específicos do projeto são a “introdução do jogo de tabuleiro no seio familiar como ferramenta potenciadora de criação/restabelecimento de laços; apoio a lares de idosos em atividades potenciadoras do exercício mental; apoio a escolas na criação de atividades alternativas geradoras de melhoramentos ao nível do raciocínio, concentração, persistência, ao mesmo tempo que se promove o alargamento de grupos”.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.