Correio do Minho

Braga, quinta-feira

Vila Nova de Famalicão: Casa de Camilo apresenta “Alexandre Cabral (1917-1996), Dedicado Camilianista
Sucesso do Plano Juncker reforça confiança na União Europeia

Vila Nova de Famalicão: Casa de Camilo apresenta “Alexandre Cabral (1917-1996), Dedicado Camilianista

Boa imagem manchada por descontrolo emocional dos Guerreiros do Minho

Vale do Ave

2017-10-20 às 16h06

Redacção

Está patente até 1 de março de 2018, na Casa de Camilo, em S. Miguel de Seide, a exposição que homenageia “Alexandre Cabral (1917-1996), Dedicado Camilianista. No ano em que se assinala o centenário do seu nascimento, evoca-se através desta exposição bibliográfica, documental e iconográfica, Alexandre Cabral, escritor e investigador literário, autor do fundamental Dicionário de Camilo Castelo Branco, um dos mais abalizados e prolíficos estudiosos da vida e da obra do romancista de Seide, a que dedicou anos a fio de incansável labor. O vasto acervo que reuniu ao longo da sua vida acabou por o legar à Casa de Camilo.

Está patente até 1 de março de 2018, na Casa de Camilo, em S. Miguel de Seide, a exposição que homenageia “Alexandre Cabral (1917-1996), Dedicado Camilianista. No ano em que se assinala o centenário do seu nascimento, evoca-se através desta exposição bibliográfica, documental e iconográfica, Alexandre Cabral, escritor e investigador literário, autor do fundamental Dicionário de Camilo Castelo Branco, um dos mais abalizados e prolíficos estudiosos da vida e da obra do romancista de Seide, a que dedicou anos a fio de incansável labor. O vasto acervo que reuniu ao longo da sua vida acabou por o legar à Casa de Camilo.

Alexandre Cabral foi mesmo a figura central da quarta edição dos Encontros Camilianos de S. Miguel de Seide, que decorreu no passado fim-de-semana em Vila Nova de Famalicão, e contou com a presença de seu filho, Aguinaldo Cabral, que salientou “a paixão” do pai por Camilo Castelo Branco, agradecendo o reconhecimento.

No colóquio três oradores, José Cândido Oliveira Martins da Universidade Católica Portuguesa, António Pedro Pita da Universidade de Coimbra e António Manuel Ferreira, da Universidade de Aveiro, que abordaram temáticas da vida de Alexandre Cabral.

Ligado à corrente literária neo-realista, Alexandre Cabral acabou por se especializar como grande e profundo conhecedor da obra de Camilo Castelo Branco. Foi uma das personalidades ligadas à fundação do Centro de Estudos Camilianos, foi distinguido com o Prémio de Camilo em 1987, e, por vontade própria, foi doado à Casa de Camilo, após a sua morte, todo o seu acervo camiliano, constituído por obras de e sobre Camilo Castelo Branco, além de milhares de documentos, reunidos ao longo de 40 anos e relacionados com o século XIX e com a vida e obra do romancista de Seide.

*** Nota da C.M. de Vila Nova de Famalicão ***

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.