Correio do Minho

Braga,

- +
Vila Nova de Cerveira: Surto de Covid-19 já causou 12 mortes no Lar Maria Luísa
Comissão da Agricultura aprova parecer sobre a biodiversidade

Vila Nova de Cerveira: Surto de Covid-19 já causou 12 mortes no Lar Maria Luísa

Câmara compensa TUB com 1,1 milhões de euros

Vila Nova de Cerveira: Surto de Covid-19 já causou 12 mortes no Lar Maria Luísa

Alto Minho

2021-01-26 às 06h00

Redacção Redacção

Agravamento da situação no Lar Maria Luísa, em Vila Nova de Cerveira, foi ontem confirmado pelo Município que deu conta de mais quatro mortes, elevando para 12 as vítimas do surto de Covid-19.

Já morreram 12 utentes em consequência do surto de Covid-19 no Lar Maria Luísa, valência da Santa Casa da Misericórdia de Vila Nova de Cerveira.
O Município de Vila Nova de Cerveira confirmou ontem um agravamento da situação com a morte de mais quatro utentes, dois que se encontravam na instituição e dois utentes internados no hospital de Viana do Castelo.
Neste momento, estão hospitalizados três utentes e, dos 55 utentes que se mantêm na instituição, há, pelo menos um a inspirar mais cuidados, revela o município cerveirense em comunicado.
“Face à situação ainda instável, a Câmara Municipal e a Santa Casa agradecem e reforçam o apelo ao Centro Distrital da Segurança Social para dar manter o apoio de retaguarda com médico e enfermagem” refere a mesma fonte.
Além dos utentes, 32 de um total de 52 funcionários da instituição - entre administrativos, profissionais de saúde e auxiliares - também estão infectados com o novo coronavírus.
A instituição tem actualmente dez funcionários com baixa médica e apenas dez no activo para garantir o funcionamento da instituição. Para o Lar Maria Luísa, foi mobilizada Brigada de Intervenção Rápida (BIR) composta por dois enfermeiros e três auxiliares e disponibilizado um médico para fazer a avaliação dos utentes.
O comunicado da Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira, dá conta que o apelo ao voluntariado, nacional e transfronteiriço, teve uma enorme afluência, e que a Santa Casa está a gerir, dia a dia, os contactos com as pessoas que se manifestaram disponíveis para ajudar, mediante as necessidades da instituição, apelando à compreensão.
A autarquia liderada por Fernando Nogueira deixa “uma palavra de uma boa e rápida recuperação de todos os funcionários e colaboradores da instituição”.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho