Correio do Minho

Braga, terça-feira

- +
Vigilância e patrulhamento garantidos
“Espaço único” assume-se como referência

Vigilância e patrulhamento garantidos

Câmara de Esposende cedeu lote de terreno à Associação Águias de Serpa Pinto

Vigilância e patrulhamento garantidos

Alto Minho

2020-07-13 às 06h00

Patrícia Sousa Patrícia Sousa

Vigilância e patrulhamento da totalidade dos 24 quilómetros de costa do concelho de Viana do Castelo estão assegurados. São cerca de 40 praias atlânticas com ocupação de banhistas e prática assídua de desportos náuticos.

Atendendo ao estado favorável do tempo e à afluência esperada de visitantes à costa, o Município de Viana do Castelo está a garantir a vigilância e o funcionamento dos sanitários desde o passado dia 10 de Junho, em cinco praias – Afife, Arda/Bico, Paçô, Cabedelo e Amorosa. A partir desta data ficou também garantido o patrulhamento da totalidade dos 24 quilómetros de costa onde se contam cerca de 40 praias atlânticas, com apoio da Autoridade Marítima, e que são locais que registam sempre alguma ocupação de banhistas e prática assídua de desportos náuticos.
A época balnear 2020 foi desenhada tendo em conta o “especial” contexto de pandemia, destacando-se o investimento de 423 mil euros por forma a garantir um dispositivo de 38 nadadores salvadores da Associação Coordenada Decimal a operar todos os dias entre as 9 e as 19 horas, a limpeza diária dos areais por gradagem e os sanitários com pessoal de limpeza em permanência, serviços prestados pelas juntas e uniões de freguesia da costa, e que garantem as rotinas de desinfecção definidas pela Direcção Geral de Saúde e com o acompanhamento da Autoridade de Saúde do Alto Minho.
Na praia da Amorosa, o nadador-salvador, Adélio Gil Oliveira, confessou que a praia tem estado tranquila. Pelo primeiro ano a ‘vigiar’ aquela praia, Adélio Gil assegurou que “está tudo preparado” para receber as pessoa, mas a Covid-19 não deixa ninguém indiferente. “Estamos preocupados e isso é motivo para termos todas as precuações necessárias”, assegurou o jovem, referindo que esta época balnear é “completamente diferente” dos anos anteriores, dado o número de regras que são para cumprir.
Desde logo, o distanciamento social tem sido “cumprido” pelos veraneantes, mas a questão das bolas, por exemplo, tem sido “mais difícil”.
A situação de alarmismo, referiu o nadador-salvador, “desapareceu um pouco e nota-se que as pessoas andam mais relaxadas”. Adélio Gil mostrou-se um “pouco receoso” com o mês de Agosto. Por enquanto, “há pouca gente”. Mesmo nos anos anteriores, o mês de Julho “tem sempre mais veraneantes e também já há muitos emigrantes e este ano está tudo muito calmo”, contou.
Já na praia do Cabedelo, o coordenador de Viana do Castelo da Associação Coordenada Decimal, Pedro Verne, destacou a importância do cumprimento das regras do Instituto de Socorros a Náufragos e da Direcção Geral de Saúde.
“Os primeiros dias de Julho vieram com muito vento e as condições não são as melhores para vir á praia, por isso, não tem estado muito gente”, confirmou o nadador-salvador, adiantando que desde que as fronteiras com Eapanha foram retoma- das “há se vêem espanhóis nas praias”.
Este ano, “é tudo novo e toda a gente está com muitas expectativas, porque não se sabe o que vai acontecer”, confidenciou Pedro Verne.
Aos cabos de mar da Marinha, que também andam a patrulhar as praias do concelho, compete, por exemplo, o controlo do distanciamento social. “Somos cerca de 40 nadadores-salvadores e a nossa missão primeira é a prevenção e o socorro dos veraneantes”, assegurou.
O concelho de Viana do Castelo dispõe de oito sectores costeiros definidos como água balnear, organizados em 10 praias atlânticas vigiadas e cerca de 30 trechos costeiros não vigiados. Entretanto, o Município de Viana do Castelo está a sensibilizar para a frequência das praias concessionadas, já que o concelho tem oito praias com Bandeira Azul (Arda, Afife, Paçô, Carreço, Praia Norte, Cabedelo, Amorosa e Castelo de Neiva) e qualquer uma delas tem área su- ficiente para os veraneantes, com excepção da praia Norte, que é mais uma praia urbana.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho