Correio do Minho

Braga, segunda-feira

Viana do Castelo é o melhor Município para Viver
População de Arcos reunida em Almoço de Natal

Viana do Castelo é o melhor Município para Viver

Guerreiras do Minho dão passo gigante para o título em Lisboa

Alto Minho

2018-10-17 às 10h23

Redacção

Distinguido na categoria de ‘Economia’, Viana recebeu o prémio ‘Melhor Município para Viver - M2V’, do Instituto de Tecnologia Comportamental.

O Município de Viana do Castelo recebeu, ontem, o galardão ‘O Melhor Município para Viver’, na categoria Economia. A cerimónia de entrega de prémios do concurso ‘Os Melhores Municípios para Viver – M2V’, organizado pelo Instituto de Tecnologia Comportamental, aconteceu no Auditório do Madan Parque, na Caparica, destacando projectos emblemáticos de diversas áreas de actuação e de diversos municípios do país.
O município foi vencedor com o projecto ‘Rede Escolar de Ciência e de Apoio à Investigação Científica’, constituída por sete unidades laboratoriais instaladas nas escolas sede de agrupamento de Viana do Castelo. Anteriormente, o município já tinha sido galardoado com o prémio ‘O Melhor Município para Viver’ com os projectos do Centro de Mar, Voluntariado Empresarial ‘Quem ama, cuida’ e Geoparque do Litoral Norte.

Refira-se que os laboratórios da Rede Escolar de Ciência são unidades de investigação descentralizadas e desconcentradas, concretizando o papel crucial das escolas e centros de investigação para o pleno desenvolvimento deste modelo de desenvolvimento que o concelho adoptou.
Para além de consolidar a necessária aproximação das Escolas à Ciência - aos seus equipamentos, aos cientistas e aos problemas e metodologias em ciência - constitui o foco para que os professores e os alunos se permitam olhar para o território como um todo, integrado: na visão do aluno, o seu espaço de aprendizagem expande-se aos limites do concelho e permite uma noção mais funda de identidade; para o professor, constitui o desafio de pensar o ensino sem muros (territorial) nem paredes (interdisciplinar), um apelo ao trabalho colaborativo docente e à intensificação das abordagens de metodologia de projecto.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.