Correio do Minho

Braga, quinta-feira

- +
Viana do castelo : CMIA contribui há 15 anos para a defesa e promoção do meio ambiente
Institutos podem vir a designar-se por universidades politécnicas

Viana do castelo : CMIA contribui há 15 anos para a defesa e promoção do meio ambiente

Requalificação da Santa Catarina vai sair do papel

Viana do castelo : CMIA contribui há 15 anos para  a defesa e promoção do meio ambiente

Alto Minho

2022-06-22 às 08h00

Redacção Redacção

Formar a comunidade, essencialmente os alunos das várias escolas, é uma das grandes tarefas desempenhadas pelo Centro de Monitorização e Interpretação Ambiental, criado em 2007. Já registou 131 400 utilizadores.

Citação

O CMIA (Centro de Monitorização e Interpretação Ambiental) desempenhou um papel importante na sensibilização para a defesa do ambiente nos últimos 15 anos. A mensagem foi transmitida pelo presidente da Câmara Municipal de Viana do Castelo, Luís Nobre, na sessão comemorativa que se realizou ontem.
Desde 2007 (data da fundação) que o CMIA tem apostado num “trabalho de sensibilização formativo de toda a sociedade” com “uma atenção muito especial à comunidade escolar”, destacou o autarca de Viana do Castelo.
Luis Nobre explicou que é necessário conhecer primeiro o território para depois o valorizar “nas suas várias componentes. Não só na componente científica, mas também no desenvolvimento económico e turístico. Temos três elementos fundamen- tais no nosso território (a serra, o mar e o rio) que nos conferem qualidade de vida”.
Luís Nobre indicou ainda que o grande desafio é a alteração de comportamentos para que possamos continuar a proteger o concelho, sendo ao mesmo tempo fator de atractividade para investir, visitar, viver este território.”
Olhando para o futuro do CMIA, o edil vianense frisou que é necessário ter consistência. “Não nos podemos deixar influênciar por momentos, por correntes, mas acreditar no trabalho que estamos a fazer e cumprir os desígnios do desenvolvimento sustentável urbano”. disse Luís Nobre.
Nestes 15 anos, o CMIA registou 131400 utilizadores uma média de 10 mil utilizadores por ano sendo que 50 por cento dos utilizadores são provenientes de escolas, 20 por cento de grupos organizados e 30 por cento do público em geral.
Todos os anos são promovidas cerca de 250 actividades, na maioria destinadas aos alunos das escolas, 20 workshops temáticos para o público e 30 outras actividades, como por exemplo, os dias temáticos.
O CMIA dispõe de um Centro de Recursos que tem disponíveis exposições itinerantes com 25 temas, 64 publicações, 20 equipamentos para saída de campo e dois mil livros na biblioteca.
A plataforma BioRegisto conta com 183 utilizadores que submeteram 2190 bio-registos, tendo sido validadas até à data 582 espécies.
A sessão comemorativa incluiu ainda uma mesa redonda sobre a importância dos centros de monitorização e interpretação ambiental e a visita a uma exposição no Parque Ecológico Urba- no. Esta exposição mostra a importância das plantas expontâneas (vulgarmente designadas por ervas daninhas) para a manutenção dos ecossistemas.
O Centro de Monitorização e Interpretação Ambiental é uma infraestrutura da Câmara Municipal que resulta da recuperação das Azenhas de D. Prior (único moinho de maré da zona Norte), no âmbito do Programa Polis, inaugurado a 21 de Junho de 2007.
É composto por salas de exposições, um laboratório, biblioteca e sala de actividades.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login Seta perfil

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a Seta menu

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho