Correio do Minho

Braga, terça-feira

Verão no Campus despede-se em festa
Guimarães alarga sistema PAYT e potencia recolha selectiva

Verão no Campus despede-se em festa

Braga notada pelas boas práticas no Congresso de Cidades Educadoras

Ensino

2018-07-28 às 06h00

Redacção

Festa de encerramento da edição deste ano do Verão no Campus contou, ontem à tarde, com a participação do reitor da Universidade do Minho, Rui Vieira de Castro. Cerca de 340 alunos do secundário participaram em 25 actividades.

Foi em ambiente animado que fechou ontem à tarde a 11.ª edição do programa pré-universitário Verão no Campus, no parque das Oliveiras do campus de Gualtar, em Braga. O reitor da Universidade do Minho (UMinho) evidenciou na sessão de encerramento o “prazer enorme” que foi ter esta semana 340 jovens de vários países em atividades científicas e lúdicas nos campi de Braga e Guimarães. No final, tirou mesmo uma selfie com o grupo.
“Espero que a experiência tenha sido gratificante e vos tenha ajudado a perspetivar o futuro. Espero que a Universidade do Minho se cruze mais vezes na vossa vida e nos possamos voltar a ver”, referiu Rui Vieira de Castro.
“Estamos muito comprometidos com a qualificação dos jovens, por isso quisemos dar a conhecer o que se faz nesta casa, desde as salas de aula, os laboratórios e outros espaços essenciais, como nas atividades culturais e desportivas”, acrescentou o reitor.
Rui Vieira de Castro frisou que a iniciativa é realizada há dez anos e “recebeu milhares de participantes, muito deles hoje alunos” desta academia nos mais diversos cursos. Deixou também um agradecimento especial aos mais de vinte brasileiros presentes, “pelo interesse” e “pelo esforço que fizeram” em vir.
O responsável elogiou ainda os colaboradores do Verão no Campus e as escolas e institutos envolvidos.
Os monitores foram bastante aplaudidos pelos jovens, nomeadamente Pedro Alves, que retribuiu: “esse carinho é sinal de missão cumprida. Como alunos da casa, quisemos fortalecer a união e sentido de família, procurando transparecer a cultura e os valores desta universidade, que é a melhor do país, e só vos podemos desejar muito sucesso e felicidade”.
O programa incluiu a performance ‘Neva’, do chileno Guillermo Calderón, que foi readaptada ao longo da semana pelas cinco participantes da actividade de Teatro. Vestidas de branco, mostraram o teatro como arte-intervenção e não como entretenimento, numa mensagem de luta pela acção cívica e pela liberdade.
O tempo agradável convidou ainda os jovens a dançar, a conviver e a trocar mensagens eternas nas t-shirts magenta.
Alguns fintavam já a saudade desta semana com a criação de grupos de amizade online. Outros debatiam-se entre o “oxalá entre em Setembro na Universidade do Minho” e “para 2019 volto a participar”.
O Verão no Campus, que acolheu durante a semana cerca de 340 alunos do ensino secundário em 25 actividades lúdico-pedagógicas ligadas às ciências, engenharia, saúde e ciências sociais e artes, contou com apoio dos municípios de Braga, Guimarães, Barcelos e Viana do Castelo, do Correio do Minho e da RUM.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.