Correio do Minho

Braga, sexta-feira

- +
"Valorizamos esta prova"
Concurso Nacional de Teatro – Ruy de Carvalho eleva Póvoa de Lanhoso a capital do teatro

"Valorizamos esta prova"

TUB doaram 500 árvores à confraria

´Valorizamos esta prova´

Desporto

2022-12-03 às 06h00

Fábio Moreira Fábio Moreira

SC Braga visita hoje, pelas 17 horas, o Casa Pia. Em caso de vitória, os Guerreiros do Minho podem garantir o apuramento para os ‘quartos’, mas precisam também do empate entre Trofense e pacenses.

Citação

O SC Braga defronta, hoje pelas 17 horas, o Casa Pia, em partida correspondente à 2.ª jornada da fase de grupos da Taça da Liga. Na antevisão deste desafio, Artur Jorge frisou que os Guerreiros valorizam muito esta competição e que a equipa está focada em garantir os três pontos.
Artur Jorge frisou que os bracarenses querem fechar a 2.ª jornada com seis pontos, o que manteria a equipa no 1.º lugar.
“É sempre mais cómodo fazer análise do momento e tivemos um intervalo de um mês entre os jogos. De forma sucinta, dizer que teremos de ser melhores do que o adversário. Perdemos esse jogo e agora queremos vencer. Esse é o objectivo, de podermos ser capazes de ultrapassar o adversário, vencer e somar seis pontos”, começou por dizer o treinador do SC Braga, Artur Jorge.
O timoneiro dos Guerreiros do Minho recordou que o SC Braga tem uma forte história na Taça da Liga, atingindo a final por quatro ocasiões e vencendo a prova por duas vezes. Artur Jorge garantiu ainda que, independentemente das suas escolhas, o SC Braga irá apresentar um onze forte e preparado para lutar pelos três pontos.
“Valorizamos a competição como outras equipas. Assumidamente, esta competição diz muito ao SC Braga, pois marcámos presenças em quatro finais e vencemos duas vezes. Tenho a possibilidade, mesmo alternando alguns jogadores, de apresentar um onze forte, capaz e preparado para discutir o jogo”, notou o técnico arsenalista.
Questionado sobre possíveis mexidas no plantel no mercado que se aproxima, o treinador salientou que está satisfeito com as peças que tem ao dispor, embora esteja preparado para ver alguém sair.
“Há sempre margem e possibilidade de acertos, mesmo na saída de algum jogador do plantel. Vamos ter de avaliar. Estou satisfeito com o grupo, mas sempre preparado para ver sair alguém, como também para possíveis chegadas. Isso faz parte do nosso trabalho, ter uma base de dados de potenciais jogadores que, se assim justificar, podem acrescentar algo à equipa. É muito prematuro falar sobre isso. Além disso, não está em equação o regresso de algum jogador emprestado”, garantiu o treinador do SC Braga.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login Seta perfil

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a Seta menu

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho