Correio do Minho

Braga, quinta-feira

Universidade do Minho: Investigadores da Escola de Medicina premiados em congresso europeu
Região do Barroso caminha para território da UNESCO

Universidade do Minho: Investigadores da Escola de Medicina premiados em congresso europeu

Monção: 'Princípio da Incerteza' percorre freguesias do concelho

Braga

2017-09-06 às 17h09

Redacção

Uma equipa de investigadores do Instituto de Investigação em Ciências da Vida e Saúde (ICVS) arrecadou várias distinções no congresso anual do Colégio Europeu de Neuropsicofarmacologia (ECNP), que decorreu entre 2 e 5 de setembro em Paris. Os seis jovens cientistas viram os seus trabalhos reconhecidos através da atribuição do prémio de melhor poster, da seleção de três comunicações orais para apresentação no congresso, e de prémios de deslocação para o evento.

Uma equipa de investigadores do Instituto de Investigação em Ciências da Vida e Saúde (ICVS) arrecadou várias distinções no congresso anual do Colégio Europeu de Neuropsicofarmacologia (ECNP), que decorreu entre 2 e 5 de setembro em Paris. Os seis jovens cientistas viram os seus trabalhos reconhecidos através da atribuição do prémio de melhor poster, da seleção de três comunicações orais para apresentação no congresso, e de prémios de deslocação para o evento.

Carina Cunha recebeu o prémio de melhor poster com uma investigação sobre a manipulação selectiva de neurónios específicos para alterar os níveis de motivação. Os trabalhos de três investigadores do ICVS foram selecionados, sob a forma de comunicação oral, para apresentação neste 30º congresso durante o workshop para cientistas juniores promovido pela ECNP em março deste ano, em Nice. Assim, Bárbara Coimbra, Eduardo Loureiro-Campos e Chrysoula Dioli apresentaram as suas investigações sobre os mecanismos de recompensa do cérebro, a depressão, e o stress, respetivamente. Houve ainda duas investigadoras cujas propostas receberam um prémio equivalente à deslocação ao congresso, tendo apresentado os seus trabalhos relativos à doença de Parkinson e ao stress crónico.

A ECNP é uma associação científica dedicada à investigação e tratamento de distúrbios do cérebro, constituindo-se como a maior organização não-institucional a apoiar a investigação e formação em neurociências na Europa.

*** Nota da Universidade do Minho ***

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.