Correio do Minho

Braga, quarta-feira

- +
Universidade do Minho disponibiliza acervo documental de Victor de Sá
Presidente da Câmara Municipal recebeu ‘Diploma de Finalista Nomeado’

Universidade do Minho disponibiliza acervo documental de Victor de Sá

Município de Esposende institui “Prémio Paulo Gonçalves” para distinguir atletas de excelência

Universidade do Minho disponibiliza acervo documental de Victor de Sá

Ensino

2021-10-15 às 06h00

José Paulo Silva José Paulo Silva

Reitor da Universidade do Minho revelou ontem que o espólio doado por Victor de Sá em 1991 vai ser disponibilizado em breve em formato digital. Instituição homenageia assim “uma figura marcante” da vida pública portuguesa.

A Universidade do Minho vai disponibilizar em breve, em formato digital, o acervo documental de Victor de Sá à sua guarda, anunciou ontem o reitor, Rui Vieira de Castro, na sessão de lançamento da reedição de ‘A crise do liberalismo e as primeiras manifestações das ideias socialistas em Portugal (1820-1852)’, acto que encheu o salão nobre da reitoria, assinalando o centenário do nascimento do professor, historiador e opositor do fascismo.
Em 1991, Victor de Sá doou uma verba e boa parte do seu espólio à Biblioteca Pública de Braga, incluindo documentos de natureza histórica, política e literária, textos memorialísticos inéditos e ainda os direitos de autor da sua vasta bliografia.

O acervo está actualmente a ser tratado no Arquivo Distrital de Braga, outra unidade cultural da Universidade do Minho, a fim de ser disponibilizado ao público.
O reitor justificou a participação da Universidade do Minho no centenário do nascimento de Victor de Sá com o cumprimento do dever de reconhecimento da instituição onde o historiador deu aulas e à qual está ligado pela instituição de um Prémio de História Contemporânea prestes a chegar à 30.ª edição
Para Rui Vieira de Castro, Victor de Sá foi “figura marcante da vida pública do nosso país”.

A reedição de ‘A crise do liberalismo e as primeiras manifestações das ideias socialistas em Portugal’, a partir de um exemplar depositado na Universidade do Minho com correcções e anotações do autor, fica a partir de agora também disponível em formato digital de acesso aberto, destacando Eloy Rodrigues, da UMinho Editora, que a tese de doutoramento que Victor de Sá defendeu na Sorbonne, em 1969, continua como “referência da historiografia portuguesa da segunda metade do século XX”.

O historiador José Viriato Capela, que coordenou com Henrique Barreto Nunes a reedição daquela obra de Victor de Sá, declarou, ontem, na Universidade do Minho, que o homenageado “era um homem de pensamento e de acção cívica e política, num tempo que lhe foi, em determinados ciclos, hostil”.
O historiador, que conviveu de perto com Victor de Sá na Faculdade de Letras da Universidade do Porto nos anos 70 e 80 do século passado, recordou ontem o primeiro contacto que teve com “um cidadão pleno, um homem destemido que enfrentou sem receios a ditadura”, pouco depois da revolução do 25 de Abril, na redacção do Correio do Minho.
Victor de Sá, foi director deste jornal de 3 de Maio de 1974 a 2 de Fevereiro de 1975.

Figura invulgar que foi “militante do livro e da cultura”

Coube a Ramon Villares, professor emérito de História Contemporânea da Universidade de Santiago de Compostela e doutor honoris causa da Universidade do Minho, a apresentação da reedição de ‘A crise do liberalismo e as primeiras manifestações das ideias socialistas em Portugal (1820-1852)’. O historiador galego não conheceu pessoalmente Victor de Sá, mas reconheceu-o, ontem, com “uma figura invulgar da historiografia da Península Ibérica” e também “um militante do livro e da cultura”.
Segundo Ramon Villares, Victor de Sá “foi capaz de combinar o estudo com a intervenção política”, porque “não foi um historiador de gabinete, mas esteve em contacto com a vida política, social e cultural”, escrevendo “para transformar o Mundo”.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho