Correio do Minho

Braga, quinta-feira

Universidade do Minho comemora Dia Europeu das Línguas
Câmara recupera lagos da Praça do Município – Fórum Vizela

Universidade do Minho comemora Dia Europeu das Línguas

Autarca de Viana do Castelo defende participação das autarquias nas Administrações Portuárias

Braga

2015-09-22 às 22h10

Redacção

O BabeliUM - Centro de Línguas da Universidade do Minho comemora esta sexta-feira, dia 25, o Dia Europeu das Línguas, acolhendo uma centena de alunos das escolas secundárias Alberto Sampaio e de Vila Verde para participarem em actividades de aprendizagem de Inglês, Espanhol e Francês.

O BabeliUM - Centro de Línguas da Universidade do Minho comemora esta sexta-feira, dia 25, o Dia Europeu das Línguas, acolhendo uma centena de alunos das escolas secundárias Alberto Sampaio e de Vila Verde para participarem em actividades de aprendizagem de Inglês, Espanhol e Francês.



A sessão de abertura é às 9h30, no auditório do Instituto de Letras e Ciências Humanas, no campus de Gualtar, em Braga, com a presença de Cristina Álvares e Bernhard Sylla, diretora e vogal do BabeliUM, respetivamente.

Os participantes poderão “mergulhar”, a partir das 11h30, em alguns dos idiomas disponibilizados ao longo do ano letivo. “O objetivo principal com este tipo de atividades lúdico-didáticas é estimular o interesse dos mais novos pelas línguas estrangeiras, destacando os benefícios que estas podem ter no percurso académico, profissional e pessoal de cada um”, realça a organização. Esta iniciativa conta com a colaboração da Erasmus Student Network - Minho (ESN).



O Dia Europeu das Línguas é celebrado anualmente em toda a Europa e tem um significado especial para o BabeliUM por coincidir com o aniversário deste Centro, que completa seis anos de existência.

Esta efeméride foi instituída em 2001 pelo Conselho da Europa e pela Comissão Europeia para celebrar a riqueza e a diversidade linguística e cultural da Europa, sensibilizando as pessoas, as empresas e as instituições para a aprendizagem dos idiomas como competências cada vez mais necessárias à mobilidade, à empregabilidade e ao desenvolvimento pessoal dos cidadãos, bem como ao aprofundamento das democracias e do diálogo intercultural.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.