Correio do Minho

Braga, sábado

- +
Tecnológica Wingsys cria quiosque que dispensa desinfetante e mede temperatura
Museus municipais reabrem ao público segunda-feira

Tecnológica Wingsys cria quiosque que dispensa desinfetante e mede temperatura

Obra de 2,4 milhões de euros avança após acordo de gestão

Tecnológica Wingsys cria quiosque que dispensa desinfetante e mede temperatura

Economia

2020-05-01 às 08h00

Redacção Redacção

Empresa de Famalicão inova na prevenção do coronavírus após a pandemia.

A Wingsys, marca tecnológica com sede em Vila Nova de Famalicão, desenvolveu um quiosque prático com dispensador automático de desinfetante para as mãos e sistema de medição de temperatura corporal, para dar resposta às necessidades sociais após a pandemia da covid-19, no sentido de prevenir o contágio do coronavírus.
 
A reabertura dos espaços públicos poderá estar dependente da definição de regras específicas nas áreas de saúde, higiene e segurança para clientes, trabalhadores e instalações, bem como de apoios às empresas, particularmente no que diz respeito à manutenção dos postos de trabalho, bem como à compra de equipamentos de proteção individual e medidores de temperatura.
 
Para transmitir confiança aos consumidores, a Wingsys criou o Hygistation – assim se designa o dispositivo. Trata-se de um quiosque prático com dispensador automático de desinfetante para as mãos, “display” profissional e sistema de medição de temperatura corporal, produzido de acordo com as regras de funcionamento e disposições legais para qualquer empresa ou instituição, que serão postas em prática brevemente.
 
O quiosque começou a ser concebido há duas semanas e ficou pronto na segunda-feira. A utilização do equipamento não implica qualquer toque por parte do utilizador. “É tudo feito através de sensores e de câmaras”, sublinha Inês Barbosa, diretora de comunicação da marca, que chancela os produtos tecnológicos da Famasete – Tecnology Group.
 
A ideia de criar o quiosque “Hygistation” surgiu durante a crise provocada pela pandemia, mais concretamente nas últimas semanas, “quando se começou a falar de desconfinamento”, lembra Inês Barbosa, uma vez que “o novo normal da vida em sociedade passará por fortes medidas de higiene e de prevenção, e é nesse contexto que entram os novos quiosque da Wingsys”.
 
Os quiosques foram concebidos para serem utilizados em espaços públicos como restaurantes, salas de espetáculos, empresas, estádios, lojas, cafés, estação ferroviárias, aeroportos, escolas, universidades, hospitais, hotéis, hipermercados, shoppings, museus ou praias. No fundo, em todos os espaços frequentados por pessoas.
 
Os quiosques permitem a medição da temperatura corporal a 50 centímetros de distância, sem toque e de forma rápida e precisa.
 
Asseguram ainda o reconhecimento facial (com base de dados de 30.000 ID e identificação de estranhos), a identificação e validação da utilização de máscara e a configuração do range de temperaturas e alertas.
 
Além disso, permitem também adicionar um sistema de gestão de filas espera por SMS ou sistema de voz “Senha Segura”, leitores de cartões, Scan, QRCode e outros periféricos.
 
Ao mesmo tempo, podem disponibilizar informações úteis sobre eventos, ofertas e outras matérias.
 
“O objetivo é manter as pessoas mais seguras e informadas em zonas sociais”, sintetiza Inês Barbosa.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho