Correio do Minho

Braga, quarta-feira

- +
Técnicos do município de Famalicão apoiam no rastreio à Covid 19
Manuel Machado: "O SC Braga é um dos baluartes da AF Braga"

Técnicos do município de Famalicão apoiam no rastreio à Covid 19

“É um clube ecléctico, de sucesso nacional e reconhecido em termos europeus e mundiais”

Técnicos do município de Famalicão apoiam no rastreio à Covid 19

Vale do Ave

2021-01-13 às 14h14

Redacção Redacção

Câmara de Famalicão demonstra disponibilidade para colaborar com entidades de saúde

A Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão disponibilizou 14 colaboradores do município à ARS Norte, para apoio ao rastreio colaborativo Covid 19. O município respondeu assim ao pedido de ajuda feito pela Autoridade Coordenadora do Norte cedendo temporariamente 10 técnicos da área da juventude, educação e desporto, 2 técnicos com funções coordenadoras e 4 técnicos de ação social. Os vários colaboradores receberam formação da respetiva área de atuação, nomeadamente na realização de contactos telefónicos para deteção de casos de risco através de convívio com casos positivos, como nos contactos telefónicos considerados de conforto, ou seja, orientação e esclarecimento e emissão de declarações de isolamento profilático.


O objetivo dos inquéritos epidemiológicos passa por rastrear as cadeias de transmissão do vírus, auxiliando nessa missão os técnicos da área da saúde pública e libertando-os para outras missões. Deste modo, procura-se interromper mais rápido as cadeias de transmissão do vírus.

Com este aumento de recursos humanos é melhorada a capacidade de resposta no âmbito dos contactos telefónicos, tornando-se mais rápida a instituição das medidas necessárias à prevenção do contágio por Covid 19.

“Desde o início desta pandemia que demonstramos toda a nossa disponibilidade para colaborar com as entidades de saúde, porque entendemos que é necessária uma união de esforços e a entreajuda entre as diversas instituições para enfrentar a pandemia”, refere o presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha, garantindo que “o município tem capacidade de resposta para apoiar no que for necessário”.

Aliás, este apoio surge no seguimento de outros já providenciados pela autarquia como por exemplo a construção de um edifício de apoio ao serviço de urgência do Centro Hospitalar do Médio Ave; a ativação do Centro de Diagnóstico Móvel para a Covid 19; a instalação de um Centro de Retaguarda com 30 camas, no pavilhão da antiga Didáxis de Vale São Cosme, para dar resposta a eventuais necessidades; o fornecimento de equipamentos de proteção individual a diversas instituições de saúde do município; a disponibilização de duas viaturas ao serviço do Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) de Famalicão, entre outros.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho