Correio do Minho

Braga, quarta-feira

Sporting de Braga: Pizzi vendido
Nova Ágora começa em Guimarães na próxima sexta-feira

Sporting de Braga: Pizzi vendido

Executivo Municipal de Ponte de Lima visita Freguesia da Facha

Desporto

2012-07-10 às 06h00

Joana Russo Belo

Extremo tinha mais um ano de contrato, mas entrada em cena do fundo gerido por Jorge Mendes garantiu a venda do jovem craque. Valor não é conhecido, mas fasquia da SAD era 15 milhões de euros.

Pizzi já não é jogador do Sp. Braga. A entrada em cena do fundo de Jorge Mendes colocou um ponto final na novela em torno do extremo, depois da compra dos direitos económicos de Pizzi. Trata-se do ‘Quality Sports Investment’, criado pelo antigo director desportivo do Manchester United e do Chelsea, Peter Kenyon, cujo consultor é Jorge Mendes, agente que representa o jogador.

Para além de ser a solução mais aliciante para o futuro desportivo de Pizzi, em termos monetários a entrada do fundo de Jorge Mendes no negócio permite ao Sp. Braga o tal encaixe milionário de 15 milhões de euros, valor que António Salvador sempre colocou em cima da mesa como o mais justo para a valia do jovem craque.

Aliás, foi o próprio presidente António Salvador que desvendou um pouco do véu sobre o caso de Pizzi, ontem, à conversa informal com os jornalistas no regresso do plantel arsenalista aos trabalhos, treino que fez questão de seguiu de perto.

O dirigente da SAD arsenalista admitiu que o extremo pode ter sido vendido, uma vez que não se apresentou em Braga no início da época, nem integra os trabalhos com José Peseiro.
Apesar de não ter confirmado a venda, Salvador não se mostrou preocupado com o negócio, dadas as boas relações institucionais com o agente Jorge Mendes. Quanto aos valores, o presidente diz que os sócios terão de esperar pelo próximo relatório e contas da SAD arsenalista, altura em que será revelada a verba que entrará nos cofres do Sp. Braga com a transacção de Pizzi.

O extremo tinha mais um ano de ligação ao clube bracarense e, apesar de o futuro ainda não estar acertado, já se sabe que não continuará no Atlético de Madrid. Com a venda dos direitos ao fundo, Pizzi é colocado por Jorge Mendes na montra espanhola, sendo que o Deportivo da Corunha e o Saragoça surgem na linha da frente como destinos mais prováveis.

“Ainda não sei o meu futuro. Há interesse de vários clubes, do Corunha e Saragoça, mas o Sp. Braga é ainda uma hipótese. Estamos a analisar e esta semana tudo ficará resolvido”, explicou Pizzi ao ‘Correio do Minho’.

Sp. Braga já recebeu primeira tranche da venda de Sílvio

António Salvador revelou, ainda, que o Sp. Braga já recebeu do Atlético de Madrid a primeira tranche do bolo de sete milhões de euros da venda de Sílvio, no ano passado. Até ao final deste mês, vão entrar nos cofres os restantes 3,5 milhões do negócio do lateral.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.