Correio do Minho

Braga, quarta-feira

- +
Sector dos casamentos ajusta-se depois da paragem provocada pela pandemia
Pai Natal chega a Cerveira para a abertura do mercado de Natal

Sector dos casamentos ajusta-se depois da paragem provocada pela pandemia

Vizela no segundo congresso iberoamericano de Turismo

Sector dos casamentos ajusta-se depois da paragem provocada pela pandemia

Braga

2021-10-22 às 06h00

José Paulo Silva José Paulo Silva

Número de casamentos registou este ano um aumento face a 2020, mas o crescimento do sector será mais evidentes em 2022 e 2023. Empresários do sector confiam numa retoma acentuada.

Apesar do número “extraordinário” de cerimónias realizadas no último Verão, nomeadamente no mês de Agosto, o número de casamentos deverá ser este ano ainda inferior ao de 2019, antevendo os operadores do sector que a retoma significativa esperada para 2022 tenha continuidade em 2023.
Enquanto organizadora de feiras de noivos em Braga, Viseu, Porto, Vigo e Madrid, a empresa bracarense BestEvents conhece de perto as dinâmicas do mercado de casamentos.
Jorge Ferreira e Jorge Barros Ferreira, sócios da empresa, adiantam que “o mundo dos casamentos” movimentaria, em Portugal, num cenário pré-pandémico, à volta de quatro mil milhões de euros.
Os dois empresários estimam em mais de 30 mil euros o custo médio de uma boda em Portugal, considerando cerca de 120 convidados.
Com dados muito animadores sobre a evolução do sector em 2022 e 2023, estes empresários avisam que é preciso esperar por eventuais alterações de comportamentos sociais face ao casamento, passada a pandemia. Nesta altura vive-se ainda um clima de alguma euforia, depois da esmagadora maioria dos casamentos que foram cancelados com os confinamentos.
Um dos problemas que o sector atravessa, concretamente ao nível do serviço de copo de água, é a carência de mão-de-obra.
As quintas e outros espaços recorriam em grande escala a mão-de-obra ocasional, a qual é agora difícil de recuperar.
No entanto, os sócios da BestEvents sinalizam o surgimento de novos negócios no sector dos casamentos, considerando que o momento actual é propício para quem quiser investir nesta área.
Sobre mais uma edição da Braga Noivos que hoje arranca, Jorge Ferreira e Jorge Barros Ferreira garantem que o evento mantém uma posição de liderança em Portugal, atraindo maioritariamente visitantes do concelho e distrito de Braga, mas com registo de noivos do Grande Porto e outras localidades, bem como da vizinha Galiza.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho