Correio do Minho

Braga, quinta-feira

- +
SC Braga fez aprovar medidas para proteger adeptos portugueses
Aboim da Nóbrega: Participantes dizem que a caminhada noturna “é para repetir”

SC Braga fez aprovar medidas para proteger adeptos portugueses

Noite memorável na antestreia de ‘Variações’

SC Braga fez aprovar medidas para proteger adeptos portugueses

Desporto

2019-05-24 às 06h00

Carlos Costinha Sousa Carlos Costinha Sousa

Guerreiros do Minho batalharam na Assembleia geral da Liga pela aprovação de várias medidas que visam a protecção e o aumentar de condições, a todos os níveis, para os adeptos de futebol português. Horários dos jogos é uma das conquistas.

A questão dos horários tardios dos jogos de futebol foi, ao longo da presente temporada, uma das principais queixas apresentadas pelos adeptos do SC Braga, aliada a uma série de exigências no sentido de promover a presença de adeptos nos estádios. O clube bracarense encetou uma batalha a favor dos adeptos - dos seus e dos dos outros clubes -, que tem agora algumas vitórias, com a aprovação, em sede de Assembleia Geral da Liga, de várias medidas que foram propostas no âmbito do grupo de trabalho denomeado G15.

Esta mudanças e propostas aprovadas foram fundamentais para a introdução de mudanças regulamentares que vão beneficiar a condição dos adeptos de futebol em Portugal, dando expressão ao movimento que, na sombra, tem produzido alterações muito concretas em prol do espectáculo e das assistências.
Algumas das mudanças que o SC Braga ajudou a impor aparecem na consequência dos abusos que foram acontecendo durante a temporada finda, nomeadamente no que diz respeito à organização de jogos e da segurança dos adeptos durante os mesmos, para evitar episódios como os que aconteceram em Guimarães ou no Estádio da Luz.

Segundo informação avançada por fonte ligada ao processo, “muitos dos problemas verificados resultavam de deficiências no artigo 67.º do Regulamento de Competições, nomeadamente da impossibilidade de os clubes estarem presentes nas reuniões preparatórias de segurança e da não obrigatoriedade da representação da Liga nas mesmas reuniões”, o que levava a uma “desresponsabilização” que acabou por “gerar situações lesivas dos adeptos e dos clubes, tal como a própria Liga compreendeu durante a época, por pressão do SC Braga, e que levou a que fosse apertado o controlo junto dos organizadores dos jogos e das forças de segurança para que se garantisse, impreterivelmente, o acesso atempado e em segurança dos adeptos aos estádios de futebol”. A alteração agora forçada ao regulamento vem agora redobrar a exigência perante todos os agentes no sentido da protecção dos espectadores.

Ao longo da temporada, esta luta do SC Braga e dos seus adeptos já teve efeitos, principalmente no que diz respeito à distribuição dos horários dos jogos, sendo que a pressão exercida revelou-se frutífera, uma vez que levou a uma mudança significativa nos horários atribuídos ao clube, privilegiando as tardes de sábado e domingo.
Mas não se ficam por aí as medidas, tendo sido também aprovada a proposta para que os jogos à segunda-feira deixem de estar comtemplados no sorteio para marcação da Liga e do operador televisivo. Assim, a jornada terá que se concentrada ao fim-de-semana e na véspera do mesmo, havendo a excepção de jogos à segunda-feira para os clubes que estiverem a disputar as competições europeias.
Estas medidas concretas de protecção ao futebol e aos adeptos, numa luta encabeçada pelo SC Braga, vão também contra as acções e ideias de um outro movimento que pretendia abolir as restrições aos empréstimos de jogadores, que este mesmo G15 tinha conseguido estabelecer há um ano.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.