Correio do Minho

Braga, quarta-feira

- +
Sapadores destruíram 1156 ninhos de vespa asiática em 2023
“25 de Abril em Jazz” é um “grito à liberdade com música”

Sapadores destruíram 1156 ninhos de vespa asiática em 2023

Forum Braga de volta às origens

Sapadores destruíram 1156 ninhos de vespa asiática em 2023

Casos do Dia

2024-01-25 às 11h00

Miguel Viana Miguel Viana

Acções envolveram mais de dois mil operacionais dos Bombeiros Sapadores de Braga e resultam também do investimento da Câmara Municipal na formação e em meios materiais.

Citação

Os Bombeiros Sapadores de Braga destruíram, no ano passado, 1156 ninhos de vespa asiática. O número foi considerado o mais alto de sempre e demonstra o empenho da Câmara Municipal de Braga no esforço para extinguir a praga.
O vereador da Protecção Civil na Câmara Municipal de Braga, Altino Bessa, destacou o investimento do município na formação das equipas que actuam no terreno, mas também na aquisição de material. “Tenho de salientar a célere resposta dos Bombeiros Sapadores à quantidade de situações que nos foram reportadas por diversas freguesias do concelho, durante todo o ano. Temos uma equipa treinada e com bastante conhecimento neste âmbito. Tivemos sempre bem presente a ideia de que a destruição dos ninhos tinha de ser feita por pessoas especializadas e com equipamento próprio e por isso investimos e continuaremos a investir nesta matéria”, explicou Altino Bessa.
O vereador lembrou que os ninhos devem ser destruídos por pessoal especializado e aconselhou a população a indicar a presença dos ninhos aos Bombeiros Sapadores. “Sempre que se verifique a existência de ninhos, a os cidadãos devem accionar de imediato os Bombeiros Sapadores que, à imagem do que tem acontecido, darão a resposta mais célere possível. De acordo com o que referem os especialistas na área, acabar com vespa asiática em Portugal vai ser impossível. Por isso, o importante é detectar e destruir os ninhos”, destacou Altino Bessa.
A vespa velutina (mais conhecida por vespa asiática) é responsável por matar as abelhas melíferas autóctones, afectando o processo de polinização e da produção de mel.
O ataque a seres humanos acontece, normalmente, quando a vespa velutina se sente ameaçada. A sua ‘picada’ é mais dolorosa do que a das abelhas e vespas autóctones, pelo que as autoridades aconselham o uso de cuidados redobrados na destruição dos ninhos.
Para comunicar a detecção ou suspeita da existência de ninho de vespa velutina, a Câmara Municipal de Braga disponibiliza o endereço electrónico vespa.velutina@cm-braga.pt.
A destruição dos ninhos envolveu, no ano passado, 2312 operacionais e 1312 veículos que percorreram 20992 quilómetros.

Deixa o teu comentário

Banner publicidade

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login Seta perfil

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a Seta menu

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho