Correio do Minho

Braga, segunda-feira

Saneamento das Marinhas custa 1,8 milhões de euros
Primavera cede plataforma ao Corpo Nacional de Escutas

Saneamento das Marinhas custa 1,8 milhões de euros

Câmara de Guimarães recupera chaminé de fábrica de curtumes

Cávado

2018-04-16 às 06h00

Redacção

Obras vão beneficiar as populações dos lugares do Monte e do Outeiro e devem estar concluídas no segundo semestre de 2019.

A Câmara Municipal de Esposende vai investir cerca de 1,8 milhões de euros no alargamento da rede de saneamento da freguesia das Marinhas. O anúncio foi feito ontem pelo presidente da autarquia esposendense, Benjamim Pereira, no lançamento da primeira pedrada empreitada de saneamento do Lugar do Monte.
A obra foi adjudicada por cerca de 1,5 milhões de euros e é financiada em cerca de 400 mil euros por fundos comunitários. O prazo de execução é de 486 dias.
No lugar do Outeiro, o investimento na instalação de rede de drenagem de águas residuais ultrapassa os 300 mil euros, perfazendo o investimento global actualmente em execução em Marinhas, em matéria de saneamento básico, em cerca de 1,8 milhões de euros.

O autarca esposendense notou que este investimento só é possível devido à boa situação financeira da Câmara Municipal, aspecto que fez questão de realçar, lembrando que estão em curso intervenções em todo o concelho. Referiu ainda que, nas Marinhas, estão a ser executados diversos investimentos, como é o caso da instalação da rede de saneamento no lugar de Outeiro, que inclui também a requalificação da envolvente à Capela da Senhora da Saúde, da requalificação da zona central e da execução da Ecovia do Litoral Norte.
Ainda no que refere à freguesia das Marinhas, Benjamim Pereira recordou a a demolição da Casa das Morgadas, há muito reclamada e que possibilitará facilitar o acesso às instalações do Centro Social da JUM, e que está a ser executado o projecto para a criação de uma zona de estacionamento naquelas imediações, para além de estar também a ser equacionada a criação de um acesso pela rua João Paulo II. A execução de rotundas na rua de S. Miguel, de passeios junto ao Campo de S. Miguel e a criação de um parque de estacionamento para a Paróquia são outros dos investimentos municipais concretizados em Marinhas.

O presidente da Junta da União das Freguesias de Esposende, Marinhas e Gandra, Aurélio Neiva, disse que a obra há muito vinha sendo reivindicada e que é da maior relevância no que diz respeito à qualidade de vida e à saúde pública. Aurélio Neiva notou que, com a execução desta empreitada, Marinhas fica com cobertura de 95 por cento a nível de saneamento e aproveitou a oportunidade para sensibilizar e apelar à ligação à rede, lembrando que a Esposende Ambiente mantém a isenção de taxas neste domínio.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.