Correio do Minho

Braga, quarta-feira

RNM reforça aposta em Famalicão com investimento de 15 milhões
Câmara de Monção entregou equipamento de protecção individual a bombeiros

RNM reforça aposta em Famalicão com investimento de 15 milhões

Julho e Agosto invertem ritmo descendente no comércio local de Braga

Economia

2018-03-09 às 15h15

Redacção

De capital 100 por cento português, o Grupo RNM, que fatura 135 milhões de euros e emprega 215 pessoas e se apresenta como líder de mercado na distribuição de produtos químicos.

Landim será o coração do Grupo RNM. Nesta freguesia de Vila Nova de Famalicão estão a ser dados os primeiros passos para a construção de uma nova unidade industrial, arrojada porque representa um volume de investimento de 15 milhões de euros e estratégica porque potenciará a liderança nacional do grupo e solidificará o seu crescimento na Península Ibérica.

De capital 100 por cento português, o Grupo RNM, que fatura 135 milhões de euros e emprega 215 pessoas e se apresenta como líder de mercado na distribuição de produtos químicos, irá assim concentrar todas as suas atividades industrial, comercial e de suporte numa só unidade e no concelho famalicense. A abertura está prevista para o final deste ano.

A Câmara Municipal já declarou este investimento como de interesse público municipal, chancela que concede às empresas apoios ao nível da política fiscal e parafiscal, entre outros, no que Paulo Cunha classifica de ecossistema favorável e seguro para os negócios neste território. O edil, que ontem visitou a empresa, cuja sede está ainda na freguesia vizinha da Carreira, disse que se trata de um projeto de expansão meritório e que sinaliza a certeza de que a RNM vai continuar a crescer, contribuindo para que Vila Nova de Famalicão fortaleça a sua presença industrial e para que Portugal atinja um melhor saldo da balança comercial.

Num compromisso com o futuro, o Grupo RNM apostará na modernização de equipamentos e processos para garantir políticas de sustentabilidade que respeitem três vetores: segurança, qualidade e ambiente. Todas as infraestruturas e recursos estarão focados nas melhores práticas. Este investimento terá repercussões em termos de impacto ambiental e da economia de escala dos nossos produtos e serviços. A agregação de todos os processos numa só unidade permitir-nos-á manter uma oferta competitiva e mais sustentável a longo prazo, afirma Ricardo Machado, CEO do grupo.

O investimento na nova unidade de Landim terá reflexos positivos ao nível do emprego, estando prevista a criação de 20 postos de trabalho. A média de idades dos colaboradores é inferior aos 40 anos.
O Grupo RNM dedica-se a soluções integradas ao nível da produção, distribuição, logística e transporte de produtos químicos. Assegura o desenvolvimento de diversas unidades de negócio, com um espectro de soluções transversais a todas as áreas industriais, e movimenta cerca de 350.000 toneladas de produtos químicos por ano.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.