Correio do Minho

Braga, quarta-feira

Ricardo Rio: “Este espaço representa comunidade, economia e dinâmica cultural”
Alteração do Plano Diretor Municipal de Celorico de Basto em discussão pública

Ricardo Rio: “Este espaço representa comunidade, economia e dinâmica cultural”

Padarias de Viana do Castelo vão fazer Bolo-Rei para Ceia de Natal dos reclusos

Braga

2018-09-12 às 06h00

Rui Miguel Graça

Ricardo Rio estava visivelmente satisfeito, considerando mesmo que este era “um momento de grande felicidade”. O?autarca salientou que o Altice Forum Braga vai ser uma “peça do puzzle” na candidatura de Braga Capital Europeia da Cultura em 2027.

Num momento de enorme orgulho e numa cerimónia carregada de sentimento, Ricardo Rio, autarca do município, considerou este projecto “exemplar”, realizado “em apenas nove meses”. Para o edil, uma das funções dos políticos passa por “não desperdiçar os recursos” à disposição e o Parque de Exposições de Braga “estava desaproveitado”, no sentido, inclusivamente, de fazer para a população o que “é preciso ser feito”. Logo o seu executivo assumiu este projecto como prioritário. “Era impensável adiar por mais um ano que fosse a intervenção que voltasse a devolver a dignidade, a polivalência, o conforto, a segurança, as condições técnicas que permitem utilizar este espaço para as mais diversas utilizações”, justificou o presidente da Câmara Municipal de Braga.

Na óptica de Ricardo Rio, a reinvenção deste espaço assenta em três palavras: “comunidade, porque este espaço pertence aos bracarenses e pretende-se que seja um novo ponto de confluência para todos; economia, uma vez que é mais uma peça num puzzle de pujança económica e de motor de crescimento que Braga assumiu; e cultura, já que será uma viragem de página numa Braga que se vai afirmar pela sua dinâmica cultural e que culminará com Braga Capital Europeia da Cultura em 2027.
“É um momento de grande felicidade para todos, num espaço que marca o presente e o futuro de Braga e dos bracarenses”. “Este espaço pertence a todos os bracarenses e a todos os milhares que irão usufruir das muitas valências. É um espaço que todos os bracarenses ansiavam ver reinventado e requalificado, que permitisse fazer possível o impossível e concretizar aquilo que até há bem pouco tempo parecia inimaginável que pudesse acontecer na Cidade de Braga”, destacou ainda o edil, não escondendo a satisfação pela concretização da obra, deixando ainda no ar que “a prioridade para o futuro será de âmbito cultural”, de modo a culminar com a Capital Europeia da Cultura 2027.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.