Correio do Minho

Braga, quinta-feira

Revalidar título nacional no feminino é a meta do Vilaverdense FC
Executivo iniciou Roteiro pelas Empresas e Comércio  

Revalidar título nacional no feminino é a meta do Vilaverdense FC

Festival de Teatro de Viana do Castelo acontece até 18 de novembro e apresenta 11 espetáculos diferentes

Desporto

2016-04-16 às 12h20

Joana Russo Belo

Equipa júnior do Vilaverdenses FC está em destaque no Campeonato Nacional Feminino de Futebol 9. No ano passado, venceu a Taça Nacional, este ano, num campeonato reformulado, a meta é voltar ao topo do escalão. Até agora, só somam vitórias.

Revalidar o título nacional. Num campeonato reformulado esta temporada desportiva - depois da conquista na época passada da Taça Nacional - o Vilaverdense FC está a uma vitória de confirmar o acesso à fase final de apuramento de campeão nacional de sub-19. Equipa júnior pode já assegurar o feito este sábado, na deslocação à Casa do Povo de Martim, duelo da 4.ª jornada do Campeonato Nacional Feminino de Futebol 9. Época está a ser brilhante - com apenas vitórias e sem qualquer desaire para as atletas vilaverdenses orientadas por Carlos Valadares - e o objectivo passa por manter o registo vitorioso até ao final.

“Estamos apostados no campeonato de juniores, em tentar dar um salto e revalidar o título. É uma competição nova, no ano passado fomos campeões da Taça Nacional de futebol 7 e apostamos novamente para sermos campeões”, explicou o vice-presidente Monarca, lembrando a aposta do clube no futebol feminino nos últimos anos.
“Há oito anos que têm feito excelentes campeonatos, é uma aposta que já vem de anos atrás quando estava cá o Eusébio e a Xana, fizeram um excelente trabalho, tal como o Miguel Santos, na época passada. Estamos a dar continuidade, temos mais equipas, mais jogadoras, estamos a disputar o nacional de futebol de 9 e 11 e o distrital de 7. Neste momento, temos 33 atletas, nos escalões de seniores, sub-19, sub-18 e sub-17. Quanto à equipa sénior, no Nacional Feminino, “o objectivo não foi atingido”, depois de gorado o quarto lugar de acesso ao título: “ficámos um pouco sentidos, porque por causa de dois pontos não ficámos na fase de apuramento de campeão. Estamos a lutar pela manutenção, quase assegurada”.

Monarca considera “benéficas” as alterações e novidades para a próxima época em termos de futebol feminino, “vai haver mais competitividade” e não receia que as atletas deixem o clube: “as jogadoras sentem-se bem aqui, amam o Vila”.
Também Vítor Fernandes, vice-presidente para o futebol feminino, reforça o grande objectivo: “queremos renovar o título, embora em outro formato, porque no ano passado era futebol de 7. Fomos campeãs nacionais com poucos recursos, este ano reforçámos a equipa já a pensar na revalidação do título, para voltar a por o nome do Vilaverdense no mais alto panorama do futebol feminino”.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.