Correio do Minho

Braga,

Resisénior teve workshop de fotografia
Mariana Machado campeã nacional e SC Braga no pódio do corta-mato

Resisénior teve workshop de fotografia

Santuário de Porto d'Ave em classificação

Braga

2017-07-04 às 19h16

Redacção

No âmbito das comemorações do 10º aniversário da Resisénior, decorreu na passada sexta-feira o Workshop “As origens da Fotografia”, orientado pelo fotógrafo bracarense Luís Machado, da Fotografia São Vicente. Neste evento, enquadrado num vasto programa de atividades comemorativas dedicadas não só aos residentes da instituição mas também abertas à comunidade, os participantes tiveram a oportunidade de acompanhar o processo de revelação de uma fotografia seguindo o método tradicional.

No âmbito das comemorações do 10º aniversário da Resisénior, decorreu na passada sexta-feira o Workshop “As origens da Fotografia”, orientado pelo fotógrafo bracarense Luís Machado, da Fotografia São Vicente. Neste evento, enquadrado num vasto programa de atividades comemorativas dedicadas não só aos residentes da instituição mas também abertas à comunidade, os participantes tiveram a oportunidade de acompanhar o processo de revelação de uma fotografia seguindo o método tradicional.

A atividade começou com a reunião em grupo dos participantes, com o propósito de tirar uma fotografia e de a revelar no decurso do workshop. Luís Machado usou uma máquina antiga e foi explicando todo o processo por detrás da revelação fotográfica, explicando os vários passos necessários para a obtenção de uma fotografia em papel. Os participantes mostraram-se muito curiosos, sempre atentos às várias mudanças visíveis no papel durante todo o processo.

Paralelamente ao Workshop, decorreu também uma exposição de máquinas fotográficas de diferentes épocas, originárias de vários países, que fizeram as delícias dos presentes. Esta coleção pessoal de Luís Machado conta com centenas de diferentes máquinas, que contam a história de 150 anos de fotografia. Nesta viagem pelo tempo, os visitantes e residentes da Resisénior lembraram as memórias de velhos tempos, entretanto ultrapassados pelos mais modernos métodos de fotografia digital.

No final ficou um sentimento de nostalgia, pela história das imagens que marca indelevelmente os longos anos de vida dos residentes da Resisénior. O agrado de todos foi bem visível, com a apreciação muito positiva sobre o workshop e a exposição, assim como pela cativante presença do experiente fotógrafo. 

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.