Correio do Minho

Braga, quinta-feira

- +
Resinagem na Serra da Cabreira
Gonçalo Machado reforça equipa B do SC Braga

Resinagem na Serra da Cabreira

Bordado de Crivo candidato a Património Imaterial Português

Resinagem na Serra da Cabreira

Vale do Ave

2022-06-29 às 16h15

Redacção Redacção

Este Projeto está localizado numa vasta área de pinhal nas freguesias de Pinheiro e Cantelães e tem por objetivo a promoção sustentável da floresta, uma vez que para além de permitir a extração deste recurso natural, a resina, permite, em simultâneo, a limpeza e vigilância daquelas manchas florestais.

Citação

O presidente da Câmara Municipal de Vieira do Minho, António Cardoso, visitou hoje, dia 28 de junho, o Projeto de Resinagem que está a ser implementado nas freguesias de Pinheiro e Cantelães. O projeto está a ser executado pela Associação para o Ordenamento da Serra da Cabreira, em estreita colaboração com o Município de Vieira do Minho e com os Conselhos Diretivos de Baldios de Cantelães e Pinheiro e respetivas Juntas de Freguesia.

Este Projeto está localizado numa vasta área de pinhal nas freguesias de Pinheiro e Cantelães e tem por objetivo a promoção sustentável da floresta, uma vez que para além de permitir a extração deste recurso natural, a resina, permite, em simultâneo, a limpeza e vigilância daquelas manchas florestais.

De salientar que a área de resinagem está dividida em nove talhões com cerca de dezoito mil bicas instaladas nos pinheiros. A primeira colheita deste recurso natural já se encontra em marcha, prevendo-se, ainda mais duas colheitas até ao final do mês de Outubro.
Após a primeira colheita no pinhal, a resina será encaminhada para a indústria de 1ª transformação, onde será submetida a destilação. Esta fase inclui ainda um processo prévio de filtragem, em que se removem as impurezas que se foram depositando nos púcaros, ao longo da campanha.

De referir ainda que a implementação deste projeto é o reflexo da aposta na valorização da floresta e seus ativos preconizada pelo Município Vieirense, pois esta atividade já permitiu a criação de seis postos de trabalho. Em simultâneo vai gerar receitas e contribuir simultaneamente para uma maior proteção das áreas florestais a intervencionar, através de uma maior presença humana, vigilância e efeito dissuasor relativamente à probabilidade de ocorrência de incêndios florestais.

Deixa o teu comentário

Banner publicidade

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login Seta perfil

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a Seta menu

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho