Correio do Minho

Braga, terça-feira

- +
Resiliência empresarial de Cerveira contribui para crescimento das exportações do Norte
SemiBreve faz de Braga “centro criativo e de inspiração” da música electrónica

Resiliência empresarial de Cerveira contribui para crescimento das exportações do Norte

Primavera apoia o maior evento digital de contabilidade

Resiliência empresarial de Cerveira contribui para crescimento das exportações do Norte

Alto Minho

2020-10-17 às 19h18

Redacção Redacção

De sublinhar que Vila Nova de Cerveira é o 13º município mais exportador da Região Norte (total de 86 municípios), e o 2º do Alto Minho, tendo exportado, 694.3ME, em 2018, e 727.6ME, em 2019.

Após uma quebra significativa da economia portuguesa durante o período de confinamento, provocado pela pandemia Covid-19, a Região Norte apresenta os primeiros sinais de retoma, com o volume de exportações a superar o crescimento da média nacional. De acordo com o Relatório "Norte Conjuntura" referente ao 2º trimestre de 2020, o setor empresarial de Vila Nova de Cerveira, enquanto 13º município mais exportador da região, apresentou-se resiliente e com indicadores promissores.
As exportações do Alto Minho registaram uma redução de 66.2%, no período compreendido entre janeiro e abril do corrente ano. Esta queda significativa ficou a dever-se, em grande medida, à descida das exportações de material de transporte (-90%), que se constitui como a principal mercadoria exportada a partir desta subregião, na qual quase 2/3 da redução global das exportações foi causada pelo setor de materiais de transporte. No entanto, a recuperação que se seguiu é classificada neste relatório como extraordinária pois, entre abril e julho de 2020, as exportações obtiveram um aumento de 183.9%, revelando que, após o confinamento obrigatório, as empresas alto-minhotas mantiveram a sua capacidade produtiva, com as exportações do material de transporte a registarem um crescimento de 733.7%.
No caso específico de Vila Nova de Cerveira, o ano de 2020 começou com valores de exportações muito significativos, de 174.5ME no 1º trimestre, comparativamente com os 151.6ME do 3º trimestre de 2019 e os 177.1ME do 4º trimestre de 2019, mas o impacto da Covid-19 fez-se sentir, com o 2º trimestre a registar 76.9ME. No entanto, com o fim do estado de emergência decretado pelo Governo, Vila Nova de Cerveira registou, nos meses de maio e de junho, um crescimento nas exportações de bens na ordem dos 342.8%. De sublinhar que Vila Nova de Cerveira é o 13º município mais exportador da Região Norte (total de 86 municípios), e o 2º do Alto Minho, tendo exportado, 694.3ME, em 2018, e 727.6ME, em 2019.
Já no que diz respeito à manutenção de postos de trabalho, Vila Nova de Cerveira é um dos 14 municípios da Região Norte mais resilientes, ou seja, integra a restrita lista daqueles que conseguiram diminuir o desemprego, de forma sucessiva, em junho e julho. Enquanto 2º município mais exportador do Alto Minho, Vila Nova de Cerveira observou um crescimento do desemprego registado entre fevereiro e maio de 2020, período a que se seguiu uma diminuição em junho (6.2%) e julho (3.3%).

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho