Correio do Minho

Braga,

Requalificação da esquadra da PSP de Famalicão já está em marcha
Quercus dá qualidade de ouro à Praia do Cavadinho

Requalificação da esquadra da PSP de Famalicão já está em marcha

Amares: Confiança e cooperação marcam relação de Manuel Moreira com os presidentes de Junta do Concelho

Vale do Ave

2018-05-17 às 12h00

Redacção

Já começaram as obras de requalificação da esquadra da PSP de Vila Nova de Famalicão. Intervenção tem um custo global de 156 mil euros e tem um prazo de execução de seis meses.

Já começaram as obras de requalificação da esquadra da PSP de Vila Nova de Famalicão. A empreitada está no terreno desde o início da semana na sequência de um Contrato de Cooperação Inter-administrativa celebrado entre o Município de Vila Nova de Famalicão e a Secretaria-Geral da Administração Interna, através do qual o município assumiu o lançamento, execução, pagamento e fiscalização da empreitada mediante reembolso da administração central.
A obra, que abrange todos os revestimentos das coberturas do edifício, foi adjudicada à empresa EUROEL, Lda., pelo valor global de 156 mil euros e tem um prazo de execução de seis meses.
Trata-se de uma intervenção muito necessária para garantir uma melhoria substancial das condições de trabalho dos agentes afectos à esquadra da PSP de Vila Nova de Famalicão e para salvaguardar a saúde de todos quantos recorrem a este equipamento público, uma vez que serão resolvidos os problemas das infiltrações de água que se verificam no edifício através da substituição da cobertura que é ainda em boa parte em fibrocimento, esclarece o presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, Paulo Cunha, a propósito da intervenção, explicando que a câmara municipal assumiu-se como dona da obra no superior interesse dos famalicenses e elogiando o gesto da Secretaria-Geral da Administração Interna que fez o mesmo ao reconhecer competência à autarquia para liderar o processo.
Esta é uma parceria que garante uma boa e célere execução da obra dado o conhecimento de proximidade que existe do equipamento por parte dos serviços autárquicos acrescentou o autarca.
O edifício onde está localizada a esquadra tem mais de 30 anos e, salvo algumas reparações esporádicas, nunca foi sujeito a quaisquer obras de recuperação e reabilitação.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.