Correio do Minho

Braga, terça-feira

Reitor pede mais exclusividade a investigadores da UMinho
Eurodeputado José Manuel Fernandes destaca papel inclusivo das IPSS

Reitor pede mais exclusividade a investigadores da UMinho

Primeira fase da Innovation Arena estará pronta até 2020

Ensino

2018-01-10 às 06h00

José Paulo Silva

O reitor Rui Vieira de Castro quer que os docentes e investigadores da Universidade do Minho com contrato a tempo integral desenvolvam sempre a sua actividade de investigação científica numa unidade de I&D da instituição.

O reitor Rui Vieira de Castro quer que os docentes e investigadores da Universidade do Minho com contrato a tempo integral desenvolvam sempre a sua actividade de investigação científica numa unidade de I&D da instituição.
Num despacho que fixa as orientações para o reforço da qualidade do trabalho das unidades de I&D, no âmbito do Plano Estratégico da UMinho 2020, o reitor define que a autorização para um dado docente ou investigador integrar uma unidade de I&D liderada por outra entidade exige a existência de um pólo autónomo da unidade na UMinho, sendo esta uma entidade de gestão adicional no âmbito de um acordo de parceria.

Cumpridas estas condições, a reitoria passa a exigir o estabelecimento de um acordo de parceria entre a unidade de I&D onde os docentes e os investigadores se irão filiar e a UMinho como instituição participante.
O despacho do reitor revoga autorizações anteriormente concedidas a docentes e investigadores para integrarem ou serem membros colaboradores de unidades de I&D exteriores à UMinho e que não respeitem as novas regras.
A integração de docentes ou investigadores da UMinho em unidades de I&D à revelia do despacho agora publicado deve ser cancelada antes de concluído o processo de registo de membros de unidades que se encontra em curso, avisa o reitor Rui Veira de Castro, admitindo situações de excepção que tenham justificação fundamentada.

A partir de agora, em qualquer caso, os docentes e investigadores estão obrigados à indicação da sua afiliação institucional à UMinho em todas as suas publicações.
Estas orientações são justificadas pela necessidade de potenciar o reforço da qualidade do trabalho das unidades de I&D baseadas na UMinho, bem como incrementar a captação de investimento para a investigação e aumentar a visibilidade e notoriedade da actividade científica da UMinho.
O reitor releva que o programa comunitário Horizonte 2020 e os programas de financiamento nacionais e regionais têm vindo a abrir importantes perspectivas para a universidade reforçar o seu posicionamento neste domínio, exigindo formas de organização interna adequadas à dimensão dos desafios que se colocam à instituição.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.