Correio do Minho

Braga, segunda-feira

Reitor da UMinho comprometido em dar melhores condições à enfermagem
Bombeiros de Fafe recebem três viaturas nova sem dia de aniversário

Reitor da UMinho comprometido em dar melhores condições à enfermagem

Executivo municipal de Barcelos aprovou mais de 650 mil euros em subsídios

Ensino

2018-02-27 às 06h00

Marta Amaral Caldeira

A afirmação da investigação da Escola Superior de Enfermagem da Universidade do Minho é um dos seus maiores desafios. O reitor procura uma solução para dotar a escola de melhores condições.

O reitor da Universidade do Minho (UMinho), Rui Vieira de Castro, assumiu, ontem, o compromisso de encontrar uma solução mais sólida para a melhoria das infraestruturas da Escola Superior de Enfermagem (ESE), com vista a adequá-la de melhores condições e laboratórios para que se afirme pela sua investigação.
O compromisso foi assumido durante a cerimónia solene celebrativa dos 106 anos da ESE, que desde há 14 anos integra de forma efectiva a UMinho - o que além de benefícios, lhe colocou também novos desafios, nomeadamente infraestruturais, mas também a nível da formação.

Segundo o reitor da UMinho, a ESE tem-se feito notar pela qualidade da formação que presta. A procura é vasta e qualificada e a sua formação, que é cada vez mais reconhecida como sendo de qualidade, tem-no sido também cada vez mais no contexto internacional, assinalou, destacando a aposta que deve ser feita na internacionalização da escola, pela via da mobilidade de estudantes e alunos. Sublinhando o facto de a escola apostar no desenvolvimento de novos modelos de formação, por exemplo, com cursos de especialização e mestrados para responder às necessidades actuais da sociedade envelhecida de hoje, Rui Vieira de Castro apontou a sua satisfação quanto às colaborações que a ESE tem feito com a Escola de Medicina, mas espera que esse método se estenda a outras unidades orgânicas da UMinho, mas também a mais parcerias com outras universidades, além da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro.

Para Ana Paula Macedo, presidente da ESE, frisou a união de esforços que tem existido no seio da UMinho no sentido do reconhecimento da sua formação e dos serviços que presta à comunidade, tanto no país como internacionalmente.
A responsável referiu que a aprendizagem da ESE está focada na investigação aplicada em contextos clínicos com impacto na melhoria da vida dos cidadãos. Daí que o principal desejo é a melhoria das infraestruturas e condições físicas e materiais para a investigação.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.