Correio do Minho

Braga, quarta-feira

Reino Unido: Escolas em Londres tentam dar música aos pais para facilitar aproximação de comunidade lusófona
Vieira do Minho conquista público estrangeiro na BTL

Reino Unido: Escolas em Londres tentam dar música aos pais para facilitar aproximação de comunidade lusófona

Nadadores do GN Famalicão conquistam 79 medalhas nas piscinas da Póvoa de Varzim

2011-03-26 às 12h00

Lusa

A música pode ser uma forma de ensinar e aprender a língua portuguesa e também de aproximar a comunidade das escolas inglesas, sugere uma pedagoga britânica.

Este é o objetivo de um pacote educativo chamado “Sing Portuguese” composto por um livro, CD e DVD sobre músicas tradicionais em língua portuguesa destinado a infantários e escolas primárias lançado ontem.

“Notámos que muitas crianças de língua portuguesa, sejam de Portugal, Brasil ou Angola, não tinham tão bons resultados como os outros quando entravam para a escola”, afirmou Thelma Miller, consultora na autoridade local de Lambeth.

A conclusão foi que as escolas “não eram suficientemente apelativas para os pais” e estes também tinham dificuldades na aproximação, seja por problemas de comunicação ou preocupação em proteger os filhos.

“Isto é um esforço para estender a mão a esses pais e uma espécie de presente de boas vindas”, sublinhou.

O pacote é dirigido a crianças dos dois aos seis anos e inclui um CD com canções tradicionais portuguesas e brasileiras, um livro com as letras e um DVD.

No CD estão, além dos temas originais, músicas de suporte para os pais e crianças “poderem fazer o próprio karaoke em casa”, explicou a responsável pela iniciativa, a professora Luísa Ribeiro.

O vídeo mostra uma performance feita em 2008 por crianças de várias idades de músicas como “Maria Albertina”, de António Variações, e “Leãozinho”, de Caetano Veloso, em vários locais públicos de Londres.

Na altura, a iniciativa destinava-se a crianças do ensino primário, secundário e adultos e foi considerado “muito positivo”.

O banco Millennium bcp financiou parcialmente o projeto porque “ajuda a manter os laços das segundas e terceiras gerações com Portugal”, disse o responsável pelo escritório em Londres, José Marcos.

Luísa Ribeiro lamenta que o pacote que será lançado para uso escolar não esteja disponível comercialmente, devido aos custos com direitos de autor de algumas das músicas utilizadas.

Porém, espera que ajude a promover o convívio entre pais e crianças e no ensino da língua portuguesa aos filhos em Lambeth, zona onde se concentra a maioria da comunidade portuguesa residente em Londres.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.