Correio do Minho

Braga, segunda-feira

- +
Região reconhece a missão do IPCA
Rancho de Lomar promove evento para ajudar menino com paralisia cerebral

Região reconhece a missão do IPCA

Festas de S. Roque afirmam-se como uma das maiores romarias do concelho

Região reconhece a missão do IPCA

Ensino

2019-05-19 às 06h00

José Paulo Silva José Paulo Silva

Presidente do Instituto Politécnico do Cávado e Ave (IPCA) aconselhou ontem novos diplomados a preparem-se para novas profissões e novos mercados. Palavras na cerimónia de entrega de mais de uma centena de cartas de curso.

Mais de uma centena de diplomados do Instituto Politécnico do Cávado e Ave (IPCA) receberam ontem as cartas de curso, numa cerimónia alargada, pela primeira vez, a alunos dos cursos técnicos superiores profissionais. A presidente do IPCA, Maria José Fernandes, destacou que a instituição já formou quase seis mil pessoas nos últimos 25 anos, 876 das quais no ano lectivo 2017-2018.
“O IPCA tem ido longe no cumprimento da sua missão. A sociedade e a região tem reconhecido isso”, declarou a presidente do IPCA perante centenas de alunos e familiares que participaram na cerimónia de entrega das cartas de curso.

Maria José Fernandes declarou que os novos diplomados devem “estar preparados para novas profissões e novos mercados”, conscientes de que “a formação será permanente nas vossas vidas”.
Na sua primeira intervenção pública após a eleição, em Fevereiro último, para o cargo de presidente do conselho geral do IPCA, o empresário Pedro Fraga aconselhou os novos diplomados a serem “empreendedores, assertivos e humildes” e que “construam uma carreira profissional com ética e coerência”.
Pedro Fraga disse aos novos diplomados que o futuro está nas suas mãos, considerando que, a partir de agora, não podem estar à espera do Estado, das empresas ou das instituições de ensino superior para “concretizarem os seus objectivos”.

Escudado na experiência de 30 anos como empresário, financiador de ‘startups’ e mentor de jovens, Pedro Fraga disse aos novos diplomados do IPCA que “o primeiro passo para o sucesso é a auto-responsabilização”.
Acrescentou que o desafio actual para os jovens “não é apenas ter um bom emprego”, mas “serem também bons cidadãos”.
Em representação da Câmara Municipal de Barcelos, a vereadora da Educação, Armandina Saleiro, declarou aos diplomados do IPCA que, a partir de agora, “não basta serem bons profissionais”, destacando a autarca a importância da “dimensão humanística” na definição das suas carreiras.

Anúncio de Encontro Alumni na despedida da primeira presidente da AAIPCA

Em Setembro próximo realiza-se o primeiro encontro da Rede Alumni do IPCA, revelou ontem a presidente desta instituição de ensino superior.
Na cerimónia de entrega de cartas de curso, Maria José Fernandes manifestou o propósito de dinamizar a rede de antigos alunos como elemento de apoio à integração dos recém diplomados no mercado profissional.
Ontem, Sara Ferreira despediu-se publicamente das funções de presidente da Associação Académica do IPCA, cargo que ocupou nos últimos dois anos.

A primeira mulher a presidir à direcção da organização representativa dos alunos do IPCA confessou que a sua direcção deixa “a casa arrumada”, com um “resultado incrível” expresso no último relatório de contas.
“A carta de curso simboliza esforço, dedicação e um amanhã risonho”, considerou Sara Ferreira, aconselhando os colegas diplomados a não terem medo do futuro.
O Grupo de Fados e a Tuna Mista do IPCA animaram a cerimónia de entrega das cartas de curso, que decorreu na cantina da instituição.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.