Correio do Minho

Braga,

- +
Reconhecimento potencia cidadãos e instituições de Viana do Castelo
Vespa Clube Caminhos de Santiago dá nova vida a antiga escola de Rio Mau

Reconhecimento potencia cidadãos e instituições de Viana do Castelo

Campanha de apoio foi “um sucesso”

Reconhecimento potencia cidadãos e instituições de Viana do Castelo

Alto Minho

2021-05-01 às 06h00

Patrícia Sousa Patrícia Sousa

Dia da Cidade de Viana do Castelo foi celebrado ontem no Teatro Municipal Sá de Miranda. Sessão solene contou com a atribuição de títulos honoríficos, homenageando personalidades e instituições.

Em dia de festa, já adiada por diversas vezes devido à pandemia, a Câmara Municipal de Viana do Castelo prestou ontem homenagem a personalidades e instituições que, nas mais diversas áreas, se destacaram pelos “notáveis serviços” prestados através do seu trabalho, da sua arte ou da sua dedicação. Na sessão solene do Dia da Cidade, que decorreu no Teatro Municipal Sá de Miranda, foram atribuídos títulos honoríficos de Cidadão de Honra, Cidadão Honorário, Cidadão de Mérito e Instituição de Mérito.
Em representação dos três cidadãos de honra, José Carvalhido da Ponte confessou que como cidadãos de honra compete-lhes “estar atentos, ser pró-activos pela sociedade e ser políticos, no sentido do direito da palavra”. O homenageado assume o “compromisso”, responsabilizando-se “a dar o exemplo”. José Carvalhido da Ponte confidenciou que o faz “com muito orgulho”, dedicando o título à família e aos amigos e agradecendo ao Município de Viana do Castelo por se lembrar dos cidadãos agora homenageados.

Quem subiu ao palco para representar os homenageados com o título de Cidadão Honorário foi o escritor José Eduardo Agualusa. “O meu pai é minha ligação à cidade de Viana do Castelo e ele, com as suas histórias e memórias, ensinou-me a ver a cidade de outra forma. Parabéns ao presidente José Maria Costa pelo trabalho feito. É um grande prazer estar em Viana do Castelo”, confidenciou.
O investigador Nuno Barbosa-Morais, que falou em representação dos homenageados com o título de Cidadão de Mérito, mostrou-se “feliz por Viana do Castelo reconhecer o valor da ciência”. “Mesmo quando não há atenção mediática todas as actividades requerem uma dedicação permanente e têm um impacto permanente, por isso, agradecemos à Câmara Municipal de Viana do Castelo por estar atenta e valorizar as actividades com grande impacto social mesmo quando não estão nas notícias”, aplaudiu.

O investigador admitiu que o que une todos os homenageados é o gosto por aquilo que fazem em benefício da comunidade. “Com este reconhecimento saímos com energia renovada e vamos tentar fazer mais e melhor”, assegurou.
O presidente do Conselho de Administração da Unidade Local de Saúde do Alto Minho (USLAM), Franklim Ramos, reforçou o facto de todos os homenageados, quer a título individual quer a título colectivo, serem “verdadeiros activos da comunidade vianense”, defendendo que “o envolvimento de tanta gente acaba por enriquecer” esta comunidade.
“Todos dão valor e criam valor na própria comunidade e com este reconhecimento vão criar ainda mais valor na comunidade”, constatou ainda Franklim Ramos.

Candidatura a Capital da Cultura conta já com parceria de cidades do Eixo Atlântico

Em breve, o Município de Viana do Castelo vai apresentar as linhas de actuação da candidatura à Capital Europeia da Cultura, tendo já o apoio de várias entidades nacionais e europeias. Com o tema ‘O Mar de cultura’, o município conta já com a parceria de cidades do Eixo Atlântico. “Temos a aprovação das cidades da Corunha, de Ferrol e de Pontevedra, a participação da comunidade portuária da Corunha e vamos ter também a participação das cidades atlânticas de La Rochelle e Brest”, garantiu ontem, durante a sessão solene do Dia da Cidade, o presidente da Câmara Municipal de Viana do Castelo, José Maria Costa.
A cidade está a preparar a candidatura para Capital Europeia da Cultura em 2027 e José Maria Costa assumiu o objectivo de “promover redes de cidades de eventos e a produção de conteúdos culturais”, acreditando que “a aposta no mar diferencia Viana do Castelo das outras 10 candidaturas nacionais”.

O presidente da autarquia, que falava na cerimónia do Dia da Cidade que decorreu no Teatro Sá de Miranda, aproveitou para fazer um balanço do trabalho feito. Este ano ficará marcado pela conclusão e electrificação da Linha do Minho. “Estamos certos que esta nova realidade da mobilidade entre Viana do Castelo e Vigo e Viana do Castelo e Porto vai contribuir para um acréscimo da actividade comercial, empresarial e turística do concelho e da região”, sublinhou o autarca, lembrando que o acesso rodoviário do porto de mar de Viana do Castelo, desde o Cabedelo até ao nó da A28, está concluído.
Entretanto, a melhoria da acessibilidade marítima do porto de Viana do Castelo, com o rebaixamento do canal de acesso em especial aos estaleiros navais, “ficará concluída até meados de Junho deste ano, contribuindo assim para uma maior competitividade e atractividade”, assegurou o autarca.

José Maria Costa lembrou ainda, durante o discurso da sessão solene, as obras feitas na área da educação. “Depois da requalificação da EB2,3 Frei Bartolomeu dos Mártires e da EB2,3 /S de Barroselas, foram concluídas as obras da EB2,3 do Monte da Ola. “Depois da descentralização de competências no âmbito da educação, Viana do Castelo deu mais um passo importante naquilo que é a qualificação das infra-estruturas para que possa haver melhores condições para os nossos jovens”, aplaudiu.

O presidente recordou ainda o “profundo diálogo” que está a ser feito com a sociedade vianense no âmbito da elaboração da Agenda da Inovação, auscultando ideias e projectos para os integrar na estratégia de desenvolvimento para a próxima década. “Este exercício de participação dos cidadãos está a ser complementado pela Agenda do Mar e pretendemos mobilizar vontades e projectos para uma maior afirmação de Viana do Castelo na economia de mar, atraindo mais recursos financeiros, quer públicos quer privados, para projectos de investigação e actividades ligadas à protecção e sustentabilidade dos recursos marinhos”, assumiu José Maria Costa, preparando-se assim para “os grandes desafios pós pandemia e procurando usar bem os recursos financeiros” que a União Europeia disponibilizou. Viana do Castelo tem inscritos nestes programas, lembrou o presidente, “duas importantes estruturas de apoio à competitividade do território”: a nova ponte no rio lima e a nova via de acesso ao vale do Neiva.

Mas José Maria Costa foi mais longe: “incluímos também nestas preocupações, em articulação com a Unidade de Saúde Local do Alto Minho (ULSAM), o reforço da consolidação da rede de cuidados primários e vamos começar, em breve, a Unidade de Saúde Familiar de Meadela e estamos já a trabalhar para a nova unidade de Alvarães”.
A habitação também mereceu destaque por parte do presidente, com atenção para a reabilitação urbana, mas também para a habitação social. “Com a elaboração da nossa estratégia local de habitação, que também foi um documento muito participado pela comunidade vianense e em breve será protocolada com a secretária de Estado da Habitação, vamos investir nos próximos cinco anos cerca de 22 milhões de euros”, anunciou o autarca, referindo que esse investimento será aplicado na reabilitação de bairros existentes, na aquisição de habitação para alojamentos a custos controlados e para novos bairros de habitação social.
José Maria Costa mostrou “grande entusiasmo e afinco” na preparação da Cidade Europeia do Desporto em 2023, contando com “o valioso apoio” das instituições desportivas e empresariais do concelho.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho