Correio do Minho

Braga, terça-feira

- +
Quebras no turismo atingem os 80% em Braga
CAVI da Pais-em-Rede apoiou 72 pessoas ao longo do primeiro ano de actividade

Quebras no turismo atingem os 80% em Braga

Festas de Nossa Senhora da Lapa vividas em formato digital

Quebras no turismo  atingem os 80% em Braga

Braga

2020-07-15 às 06h00

Paula Maia Paula Maia

Hotelaria é um dos sectores mais atingidos. Altino?Bessa diz que se está a “prejudicar o país todo por causa de uma região”.

O sector do turismo em Braga regista uma quebra que ronda os 80 por cento, face ao mesmo período do ano passado, segundo o vereador do turismo da câmara de Braga. De acordo com Altino Bessa é no sector da hotelaria onde a quebra de receitas é mais notória, com as reservas a situarem-se em patamares muito muito abaixo dos valores normais para a época. Agosto, um mês de férias e turismo por excelência, apresenta-se ainda com muitas incertezas que decorrem “das muitas variáveis”, sendo a principal a afluência de turistas estrangeiros “que não depende de nós”.
A evolução da situação pandémica, que coloca Portugal?“à margem do mundo” tem, segundo o vereador do turismo da câmara de Braga, prejudicada fortemente a atracção de turistas.
Altino Bessa lança duras críticas à forma como o governo está a gerir a evolução da pandemia sobretudo nas zonas em que o número de casos é mais expressivo. “Se tivéssemos um surto no?Norte, mas o resto do país apresentasse melhores indicadores, como aconteceu no início da pandemia, de certeza que iriam seccionar o país”, afirma o vereador, considerando que perante o aumento de casos na região de Lisboa e Vale do Tejo o governo deveria privilegar as restantes zonas para as rotas turísticas.
“Deveria haver uma recomendação de que, tirando Lisboa e Vale do Tejo, todo o país está em condições de receber turistas”, avança Altino Bessa, frisando que há um tratamento “diferenciador, como é habitual”.
“Se fosse ao contrário tenho a certeza de que isolavam o Norte e tentariam libertar o país, nomeadamente Lisboa e Vale do Tejo. Está-se a prejudicar o país todo por causa de uma região”.
Para promover Braga, assim como a região Norte, a câmara de Braga está a integrar a acção promocional levada a cabo pela Entidade Turismo Porto e Norte de Portugal.
“Braga é seguramente uma das melhores cidades para receber turistas, com uma excelente oferta, com rácios epidemiológicos baixos em relação à média nacional, uma área envolvente, nos concelhos vizinhos, também com uma oferta de turismo de natureza e turismo de praia”, continua o responsável dirigindo-se sobretudo aos turistas nacionais que ainda não visitaram a cidade ou o fizeram há já muito tempo e que têm agora uma oportunidade para “fazerem férias cá dentro”.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho