Correio do Minho

Braga, quarta-feira

- +
Póvoa de Lanhoso: “Democratizar” ocupação de tempos livres
Câmara e Coopbarroso assinam protocolo

Póvoa de Lanhoso: “Democratizar” ocupação de tempos livres

Vizela prepara inauguração do alargamento do cemitério de Tagilde

Póvoa de Lanhoso: “Democratizar” ocupação de tempos livres

Cávado

2024-06-13 às 09h00

Lurdes Marques Lurdes Marques

O Município da Póvoa de Lanhoso quer democratizar o programa de ocupação de tempos livres, criando condições para que chegue a todos.

Citação

A Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso apresentou, na manhã de ontem, a rede de parceiros no âmbito do programa de ocupação de tempos livres, que reúne instituições particulares de solidariedade social e centros de estudo do concelho. O momento foi também o de assinatura do protocolo com as oito instituições parceiras.
“O objectivo da câmara municipal, este ano, passa por alargar a prestação deste serviço e a garantia deste serviço a todas as freguesias e a toda a comunidade, da forma mais abrangente possível. Ao longo dos anos, a câmara municipal conseguiu assegurar um serviço que era, no fundo, curto, que não conseguia assegurar que todos os jovens e crianças do concelho tivessem acesso à mesma oportunidade, aos mesmos conteúdos. Este ano, a câmara vai tentar criar as condições para que todos tenham acesso ao mesmo serviço e com o mesmo tipo de apoio. Quando falamos de todos, falamos também de crianças que tenham características diferentes e precisem de cuidados diferentes”, começou por explicar o presidente do Município da Póvoa de Lanhoso.
Nestas férias de Verão, a câmara deixa de assegurar as actividades de tempos livres e atribui a cada criança com abono no 1.º escalão um total de quatro vouchers, com o valor unitário de 40 euros. Cabe a cada pai ou encarregado de educação fazer a inscrição numa das entidades parceiras. Com esta medida, a autarquia explica que pode abranger um total de 250 crianças. Assim, o município assegura um apoio financeiro de 40 euros por semana, num total de quatro semanas a crianças abrangidas pelo 1.º escalão de abono. Até aqui, a autarquia assegurava actividades nas interrupções lectivas que, no Verão, abrangiam cerca de 80 crianças e jovens.
Os pais e encarregados de educação podem fazer as inscrições, até 27 de Junho, para as férias de Verão na autarquia ou directamente nas entidades parceiras.
“É importante que todas as instituições tenham um leque de ofertas similar em termos de conteúdos não necessariamente em termos de actividades. Para ajudar os parceiros a que esse leque de ofertas seja mais similar possível, a própria câmara municipal vai disponibilizar uma série de meios a todos os parceiros. Todos os parceiros vão ter acesso gratuitos às piscinas municipais, ao espaço Jovem, ao Carvalho de Calvos, ao Castelo, à Casa do Livro, a uma série de infra-estruturas”, acrescentou Frederico Castro, referindo que será também disponibilizado o mini-autocarro da autarquia.
“O que nós queremos é assegurar que todas as crianças têm a mesma oportunidade”, vincou Frederico Castro.
O vereador Ricardo Alves reforçou que esta medida permite alargar esta resposta a praticamente todo o concelho.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login Seta perfil

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a Seta menu

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho