Correio do Minho

Braga, quinta-feira

- +
PSP na rua para garantir que cidadãos não se desloquem para fora do concelho
Jhonata Robert chega por empréstimo ao Famalicão

PSP na rua para garantir que cidadãos não se desloquem para fora do concelho

Residências Artísticas antecipam a Contextile 2020

PSP na rua para garantir que cidadãos não se desloquem para fora do concelho

Braga

2020-04-09 às 06h00

Paula Maia Paula Maia

Até à meia-noite de segunda-feira a Polícia de Segurança Pública estará “em força” nas estradas do distrito para garantir que os cidadãos não circulem para fora do seu concelho. Mais uma medida para evitar a disseminação da Covid-19.

A partir de hoje e até segunda-feira as medidas de circulação ficarão mais restritas. Durante este período de tradições pascais os cidadãos não podem circular para fora do concelho de residência habitual. A nova directiva vem reforçar as medidas adoptadas para evitar a propagação do novo corovavírus, impedindo que os cidadãos contactem com pessoas de outras regiões, uma prática comum nestas festas pascais.
“Esta medida é tomada para evitar que as pessoas contactem com pessoas de outras regiões. No caso específico do Minho, os cidadãos têm por tradição deslocarem-se às suas terras para celebrar a Páscoa”, referiu ao Correio do Minho o comandante distrital de Braga da Polícia de Segurança Pública,?Pedro Teles.

Para garantir o cumprimento das medidas, a PSP vai colocar na rua “o maior número possível” de efectivos para garantir que os cidadãos acatem as medidas, não se expondo a situações de risco, nem colocando em risco também a saúde dos outros.
“O grande esforço vai ser controlar e verificar se as pessoas saem ou não das suas zonas”, garante o comandante.

No caso do distrito de Braga, fiscalização terá lugar nas cidades de Braga, Guimarães, Famalicão e Barcelos, cidades que constituem a área de acção da PSP, mas Pedro Teles garante que a operação será articulada também a Guarda Nacional Republicana que montará também as suas operações no mesmo sentido, “no sentido de haver continuidade do serviços”.
Pedro Teles reitera que todo o efectivo do comando de Braga que neste momento está disponível para ir para a rua, “inclusive o pessoal que trabalha habitualmente nos serviços internos de apoio à actividade operacional”, integrará a operação que decorre neste período.

Para além da restrição de circular para fora do concelho, continua em vigor o dever geral de recolhimento que permite aos cidadãos só saírem de casa para irem à farmácia, comprar bens essenciais, levar o cão à rua, para prestar apoio a familiares.
Quanto ao cumprimento das regras, o comandante distrital de Braga da PSP revela que tem-se verificado várias flutuações que se relacionam com a situação pessoal de cada um e até com “estados emotivos”.

Para esta, como para todas a acções que tem levado a cabo desde que surgiu a pandemia, a PSP adoptou estratégias que visam a protecção dos seus agentes, assim como com que contactam. “O primeiro eixo foi evitar o contágio entre os polícias com várias medidas de protecção; o segundo foi prepará-los para que esta crise tivesse uma longa duração, como se está a verificar”, diz Pedro Teles, acrescentado que a PSP tomou medidas de gestão interna e de organização, optando por criar turnos que trabalham em espelho, ou seja, de forma rotativa.
Por último, garante o comandante, cada polícia sabe os procedimentos que deverá fazer durante este período para lidar com o Covid-19 ou uma situação a ele inerente.

Comando de Braga com 12 infectados

Apesar da adopção de medidas de segurança, o comando distrital de Braga da PSP regista até à data 12 os elementos infectados, “de todas as categorias”, 15 a cumprir quarentena e um a aguardar resultado para o Covid-19. “São números que me preocupam bastante, mas infelizmente estão dentro daquilo que são as estatísticas normais da sociedade nesta altura”, diz o comandante Pedro Teles.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho