Correio do Minho

Braga, terça-feira

- +
Projectos continuam a chegar aos alunos em formato on-line
Cindy König e Jermaine Seoposenwe são reforços das Guerreiras do Minho

Projectos continuam a chegar aos alunos em formato on-line

Município de Arcos de Valdevez promove integração de jovens no mercado de trabalho

Projectos continuam a chegar aos alunos em formato on-line

Braga

2020-06-03 às 08h00

Patrícia Sousa Patrícia Sousa

Mini Mapa Sonoro e Workshop 0+1=SOM chegam aos alunos, agora em formato on-line. Lídia Dias aplaude trabalho pedagógico que ajuda mais novos a apropriarem-se das Media Arts.

O projecto Mini Mapa Sonoro, direccionado para os alunos dos 2.º e 3.º ciclos, já está a acontecer via ensino à distância e, hoje, realiza-se uma conversa com professores para mostrar como adaptar o workshop 0+1=SOM, orientado para os alunos do 1.º ciclo, a esta nova realidade. “Esta pandemia implicou muitas mudanças e todas as acções decorriam no espaço escola e a partir do momento que as aulas presenciais terminaram houve uma necessidade de repensar os formatos”, justificou a vereadora da Educação da Câmara Municipal de Braga, Lídia Dias.

Em breve, os mais novos estarão a criar as suas próprias músicas a partir de casa e a trabalhar competências como contagem em ciclo, exploração sonora, memorização musical e escuta activa.
Quando o Circuito - Serviço Educativo Braga Media Arts percebeu que as escolas do concelho não voltariam a abrir durante este ano lectivo, começou a estudar a possibilidade de os workshops do Circuito Escolar continuarem a fazer parte do dia-a-dia de alunos e professores de Braga.
O workshop para escolas 0+1=SOM, que resulta de uma parceria entre o Município de Braga e o Circuito - Serviço Educativo Braga Media Arts, vai começar a ser executado em formato de ensino à distância durante este período atípico em que as escolas estão fechadas.

“Este projecto vai continuar a desenvolver-se on-line para que os alunos, com os professores, possam continuar a realizar um conjunto de acções”, justificou a vereadora, lembrando que este projecto que se iniciou na EB1 de S. Victor, neste momento, “já está disseminado um pouco por todas as escolas do concelho”. Lídia Dias foi mais longe: “procuramos abranger mais turmas e percorrer uma boa parte do concelho, proporcionando esta interacção, aproximando as crianças às novas tecnologias através da arte com resultados muito satisfatórios”.

Entretanto, o projecto Mini Mapa Sonoro já está a funcionar on-line. “É muito interessante captar os sons em casa. Esta é a prova como os projectos se podem adaptar à nova realidade e podem ser uma oportunidade muito importante para os alunos”, defendeu a vereadora. Entre as escolas que vão avançar com este projecto destaque para o Agrupamento de Escolas de Maximinos, uma referência para alunos cegos e de baixa visão. “Trata-se de um projecto muito acarinhado pelos professores e demonstra que é possível incluir todos e trabalhar a inclusão, mesmo sendo necessário adaptar alguns procedimentos”, aplaudiu Lídia Dias, mostrando-se “extremamente satisfeita que o Circuito - Serviço Educativo Braga Media Arts continue a trabalhar juntos dos alunos”.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho