Correio do Minho

Braga, terça-feira

Projecto da Universidade do Minho previne queda de idosos
Monção: sessão de esclarecimento sobre empregabilidade

Projecto da Universidade do Minho previne queda de idosos

Bruno Silva bisa e garante reviravolta do Prado sobre o Cabreiros

Braga

2019-02-08 às 08h00

Miguel Viana

INVESTIGADORES da Escola de Enfermagem criaram projecto ‘Alertfalls’, que esclarece a população idosa que vive sozinha sobre o que fazer em caso de queda. Ontem foi apresentado em S. Vicente.

Ajudar a prevenir as quedas da população idosa que mora sozinha e dar conselhos úteis sobre o que fazer caso isso aconteça, é o objectivo das sessões de esclarecimento que alunos da Escola de Enfermagem da Universidade do Minho (UMinho) estão a realizar nas freguesias do concelho.
Uma das sessões aconteceu ontem no Centro Cívico de S- Vicente, estando já outra agendada para o próximo dia 15. “É um projecto construído através de um consórcio (Escola de Enfermagem, Escola Superior de Enfermagem da Universidade do Porto e Centro de Computação Gráfica de Guimarães). Foi construida uma aplicação que visa avaliar o risco de queda. Há factores de risco, e um deles é viver só. Estas sessões são para que as pessoas saibam o que fazer em caso de queda”, explicou Odete Araújo, investigadora da Escola de Enfermagem da UMinho. Os dados recolhidos na aplicação serão depois avaliados pelos respectivos organismos. “A aplicação vai ser usada por serviços de saúde e de acção social, que conseguem identificar situações de risco e encaminhar para os respectivos serviços”, explicou Odete Araújo.
O projecto está a ser aplicado apenas no concelho de Braga.
O presidente da Junta de Freguesia de S. Vicente, Jorge Pires, encara o projecto ‘Allertfalls’ (alerta para quedas, em português) como uma mais-valia para a população local.
“O envelhecimento da população está a aumentar na nossa freguesia e é sempre útil saber como devemos lidar em caso de queda”, disse Jorge Pires, acrescentando que “há muita gente a viver sozinha nas casas da freguesia. É uma situação que nos diz respeito e merece a nossa atenção.
A sessão contou com a presença de cerca de 20 idosos de S. Vicente. O projeto ‘Allertfalls’ é financiado pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional, através do Programa Operacional Regional do Norte (NORTE2020). As quedas de pessoas idosas que vivem sozinhas (sem família ou cuidadores próximos) em casa ou em quintais e jardins s\ao uma das principais causas de mortalidade da população com mais de 65 anos.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.