Correio do Minho

Braga, terça-feira

- +
Professor da UMinho preside Confederação Europeia de Jovens Empresários
Montalegre faz três anos de terra Património Agrícola Mundial

Professor da UMinho preside Confederação Europeia de Jovens Empresários

“Queria muito que Vítor Oliveira estivesse aqui para ver este golo”

Professor da UMinho preside Confederação Europeia de Jovens Empresários

Ensino

2021-03-05 às 13h12

Redacção Redacção

José Campos e Matos lidera organização com 100 mil membros e que sensibiliza para as políticas da UE

José Campos e Matos, professor da Escola de Engenharia da Universidade do Minho, acaba de ser eleito presidente da Confederação Europeia de Associações de Jovens Empresários (YES For Europe). Esta entidade fundada em 1988 e com sede em Bruxelas (Bélgica) junta 100 mil membros até aos 45 anos de idade, provenientes de 21 países, e representa a União Europeia em organismos internacionais, como a Aliança G20 dos Jovens Empresários.

“É uma honra liderar a YES For Europe. É uma oportunidade, numa fase em que Portugal preside a União Europeia e em que se discute o Plano de Recuperação e Resiliência, mas é também um desafio, para fazer levar a voz da nova geração de empresários às mais altas instâncias das instituições europeias, afirmando as suas iniciativas, as redes de contactos e os projetos”, diz o português, que sobe de vice-presidente para o posto ocupado até aqui pelo turco Gürkan Yildirim. O cargo reconhece também o longo trabalho realizado nesta área em Portugal, nomeadamente pelos empresários, pela ANJE e pelas academias, como a UMinho, acrescenta.

O responsável elogia a política da UE na proteção às start-ups inovadoras, muitas delas nascidas na crise da zona euro e agora alvo do contexto pandémico, mas ainda há muito a fazer: “Há linhas de apoio, crédito com taxas perto do zero, e até candidaturas a avanços tecnológicos para estas PME competirem com congéneres de determinadas regiões do mundo, pois precisamos da Europa mais unida do que nunca”, refere. O principal projeto de José Campos e Matos será apoiar a mobilidade dos jovens empresários dentro e fora da UE. Por outro lado, pretende-se que todas as associações de jovens empresários se consigam ouvir e apoiar a Europa neste período de recuperação pós-pandemia.

O professor defende uma maior aproximação do mundo empresarial às escolas e universidades, porque “é isso que permite o pensamento crítico, a inovação e a competitividade”. Reconhece que ser empreendedor não é para todos. “Por exemplo, exige coragem de arriscar, conhecimento técnico e do mercado ou saber comunicar em equipa e para o exterior”, considera o engenheiro, que tem também sensibilizado em fóruns e nos media para a recuperação gradual da economia e da confiança dos cidadãos.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho