Correio do Minho

Braga, sábado

- +
Produtos Namorar Portugal para todos com a ‘Bia Inclusiva’ e ‘Artecouro a Namorar’
“Esta não é uma doença fatal para todos. Temos de ser responsáveis e positivos”

Produtos Namorar Portugal para todos com a ‘Bia Inclusiva’ e ‘Artecouro a Namorar’

Município de Ponte de Lima disponibiliza mais 75 camas no âmbito do Plano Operacional Municipal para o COVID-19, totalizando 285 camas

Produtos Namorar Portugal para todos com a ‘Bia Inclusiva’ e ‘Artecouro a Namorar’

Cávado

2020-02-27 às 21h21

Redacção Redacção

O Espaço Namorar Portugal voltou a ser palco das apresentações de dois parceiros que já conhecem bem a casa. Jacinto Teixeira veio de Guimarães e trouxe para a Namorar Portugal trabalhos em couro com peças originais em que pontuam bordados com o colorido típico dos Lenços de Namorados. “O calçado é um complemento da linha que já tinha apresentado, temos vários modelos confortáveis, além de porta-lápis e porta-moedas”, explicou.

A programação 'Fevereiro, Mês do Romance' já vai longa, mas continua a surpreender o público com novas e ternurentas linhas de produtos Namorar Portugal. Hoje, 27 de fevereiro, ficámos a conhecer duas coleções bastante abrangentes. Jacinto Teixeira, da Artecouro, apresentou novas propostas de calçado, porta-lápis e porta-moedas inspirados nos motivos dos Lenços de Namorados. Por sua vez, Maria Eugénia Calçada deu a conhecer a Bia Inclusiva, projeto no qual teve o apoio de Luísa Barros. A nova linha da Bia Portuguesinha consiste em bonecas que retratam pessoas com incapacidade/deficiência, bem como t-shirts para sensibilizar para a diferença e promover a inclusão.
O Espaço Namorar Portugal voltou a ser palco das apresentações de dois parceiros que já conhecem bem a casa. Jacinto Teixeira veio de Guimarães e trouxe para a Namorar Portugal trabalhos em couro com peças originais em que pontuam bordados com o colorido típico dos Lenços de Namorados. “O calçado é um complemento da linha que já tinha apresentado, temos vários modelos confortáveis, além de porta-lápis e porta-moedas”, explicou.
O responsável pela Artecouro afirmou que “ao longo do ano são acrescentados produtos à coleção como forma de engrandecer a Namorar Portugal”. Terminou elogiando a marca e a população de Vila Verde, que contribuem para o seu sucesso.
A segunda apresentação da manhã foi conduzida por Maria Eugénia Calçada que teve a ideia para a nova linha após ter começado a trabalhar com pessoas com deficiência ou incapacidade. “Estou a fazer isto desde o início de 2019 e foi o conhecimento no terreno que me deu esta ideia de criar a Bia Inclusiva, com a ajuda da minha parceira Luísa”, contou.
O principal objetivo é “vender muitas t-shirts para apoiar financeiramente o maior número de associações”. Para começar, parte da receita vai reverter a favor da associação Pais em Rede, que visa reforçar a autonomia e apoiar as famílias de pessoas com algum tipo de incapacidade. Por sua vez, Luísa Barros afirmou que teve muito gosto em participar num projeto que lhe diz muito e que “a inclusão é abrir mentalidades para a questão da deficiência, espero a colaboração de todos”.
De seguida, Maria Clara Costa falou em representação da Pais em Rede, que conta com núcleos espalhados por todo o país. Relevou que a associação “apoia a 100 por cento o projeto Bia Inclusiva por se tratar de um excelente artefacto para divulgar e sensibilizar para a inclusão”. É considerado também “um excelente material para trabalhar pedagogicamente em escolas e lares a questão da sensibilização da comunidade para a inclusão”.
A vereadora da Cultura do Município de Vila Verde, Júlia Fernandes, marcou presença na apresentação e começou por dar os parabéns a ambos os parceiros pelas novas coleções. “Estão completamente familiarizados com a marca e todos os anos vão lançando novos produtos, fruto de muita inspiração e criatividade, para corresponder às exigências do mercado”, afirmou.
Deixou ainda uma palavra sobre a importância da inclusão, referindo que “a marca Namorar Portugal e a programação do Mês do Romance têm uma grande preocupação com esta questão, contando com a participação recorrente de várias instituições, nomeadamente a APPACDM”. 
Para finalizar, dirigiu um agradecimento ao público que preencheu o espaço Namorar Portugal e incentivou os presentes a visitarem mais vezes o ‘quartel-general’ da marca. “Temos aqui uma forma de dar presentes diferentes, porque estamos a dar amor, uma vez que se inspiram nas escritas ternurentas dos Lenços de Namorados”, concluiu.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho