Correio do Minho

Braga, terça-feira

Primeira fase da Ecovia é inaugurada no sábado em Guimarães
Braga notada pelas boas práticas no Congresso de Cidades Educadoras

Primeira fase da Ecovia é inaugurada no sábado em Guimarães

Homem detido por injúrias e posse de arma branca

Vale do Ave

2018-09-20 às 12h00

Redacção

Primeira fase da Ecovia de Guimarães é inaugurada sábado, Dia Europeu Sem carros. Secretário de Estado José Mendes marca presença na sessão.

É já no próximo sábado que a Câmara vimaranense inaugura a primeira fase da Ecovia de Guimarães. A cerimónia está agendada para as 10.30 horas e contará com a presença do secretá- rio de Estado Adjunto e do Ambiente, José Mendes, e do presidente da autarquia, Domingos Bragança.
Esta inauguração decorre no âmbito do programa da ‘Green Week’ e no Dia Europeu Sem Carros, seguindo-se o descerramento da placa e um passeio de bicicletas.

A via ciclável, cuja primeira fase tem uma extensão de 16,5 Km, une o percurso existente da Pista de Cicloturismo de Mesão Frio ao Parque da Cidade de Guimarães e à Veiga de Creixomil, já incluindo os trajectos a efectuar na encosta de Mesão Frio, na antiga linha de caminho de ferro que liga à rotunda da Avenida D. João IV, na Rua das Eiras, no Caminho Real ao viaduto da Variante de Creixomil, entre outros.
Realizada a primeira fase, o Município de Guimarães efectuará posteriormente a segunda fase do projecto que ligará as vilas de Brito, Ronfe, Pevidém e Caldas das Taipas, construindo-se deste modo a estrutura fundamental da rede concelhia de percursos cicláveis.

“O objectivo desta intervenção é generalizar o uso da bicicleta na vida quotidiana dos vimaranenses, transformando-a num meio de transporte e não somente num veículo de lazer ou de desporto”, explica a autarquia em comunicado, acrescentando que “a visão e objectivos do projecto apresentam uma clara intenção de tornar os modos suaves na opção alternativa e efectiva aos restantes modos de transporte, favorecendo e exponenciando o uso da bicicleta em meio urbano, compatibilizando vários modos de transporte, nomeadamente automóvel, transporte público e bicicleta e que responda, de facto, às reais necessidades de deslocação de quem reside, trabalha ou visita Guimarães”.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.