Correio do Minho

Braga, quarta-feira

- +
Póvoa de Lanhoso celebrou o Dia Internacional da Cidade Educadora
'Braga para Todos' denuncia vários problemas no túnel da Avenida da Liberdade

Póvoa de Lanhoso celebrou o Dia Internacional da Cidade Educadora

Escola do 1.º Ciclo de Riba de Ave renasce

Póvoa de Lanhoso celebrou o Dia Internacional da Cidade Educadora

Cávado

2019-12-02 às 22h22

Redacção Redacção

No encerramento foi apresentado o vídeo “Póvoa de Lanhoso, Cidade Educadora”, que dá a conhecer todo o trabalho que tem vindo a ser realizado localmente e de uma forma transversal.

A sala principal do Theatro Club da Póvoa de Lanhoso foi pequena para acolher todas as pessoas que se juntaram às comemorações do Dia Internacional da Cidade Educadora, com o tema “Escutar a Cidade para a Transformar”.
A Autarquia da Póvoa de Lanhoso aderiu ao programa Cidades Educadoras em 2016. “Aderimos à rede de cidades educadoras, porque definimos a educação como uma prioridade”, referiu o Presidente da Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso, Avelino Silva, para quem esta adesão é o resultado de um trabalho em rede com as escolas e com a comunidade em geral. “A base do nosso desenvolvimento tem de ser sempre a educação, a intervenção social e a valorização da nossa cultura. No fundo, trabalharmos no sentido de formar cidadãos livres, que respeitem as diferenças, em igualdade de oportunidades. Partilhar experiências, melhorar as nossas respostas e aumentar o nosso envolvimento nesta área foram os principais objetivos que motivaram a adesão às Cidades Educadoras. E tem sido uma experiência muito positiva”, destacou ainda o autarca Povoense, na abertura desta ação, que decorreu na manhã desta segunda-feira, 2 de dezembro.
Na plateia estiveram jovens e seniores, bem como representantes de diversas entidades. Avelino Silva agradeceu o envolvimento das instituições e das escolas do concelho no objetivo global de a Póvoa de Lanhoso ser um território educador e profundamente envolvido no direito à formação individual de cada cidadão. Destacou ainda o papel dos mais velhos neste desiderato. “Numa altura em que a maioria dos jovens passa mais tempo com um telemóvel na mão do que com as suas famílias, é importante envolver os mais velhos, que, com a sua sabedoria e carinho, podem ajudar estas novas gerações a valorizarem mais as relações humanas. Este é um enorme desafio”, salientou.
Depois da abertura, estudantes cantaram o Hino das Cidades Educadoras e leram a declaração das Cidades Educadoras. Sob o lema “Todos juntos construímos uma Cidade Educadora”, seguiu-se a apresentação de projetos por parte da Santa Casa da Misericórdia da Póvoa de Lanhoso; da Associação Em Diálogo; do Agrupamento de Escolas Gonçalo Sampaio; da Escola Secundária da Póvoa de Lanhoso e dos Centros de Convívio; da Universidade Sénior e da EPAVE . No encerramento foi apresentado o vídeo “Póvoa de Lanhoso, Cidade Educadora”, que dá a conhecer todo o trabalho que tem vindo a ser realizado localmente e de uma forma transversal.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.