Correio do Minho

Braga, terça-feira

- +
Portugal sagrou-se campeão mundial de futsal universitário
Edna’s Boteco propõe viagem pelos sabores típicos do Brasil

Portugal sagrou-se campeão mundial de futsal universitário

Friends Food &Drinks e Planet Hot Dog: Num único espaço dois conceitos distintos e inovadores

Portugal sagrou-se campeão mundial de futsal universitário

Desporto

2022-07-25 às 06h00

Carlos Costinha Sousa Carlos Costinha Sousa

Selecção feminina puxou dos galões e de todo o esforço para conseguir dar a volta a uma resulta-do extremamente negativo e terminar a final com a alegria dos festejos de uma conquista histórica.

Citação

Que jogo, que emoção, que conquista! A selecção nacional portuguesa feminina de futsal universitário sagrou-se ontem, em Guimarães, Campeã do Mundo da modalidade ao vencer o Brasil, numa final em que foi necessário recorrer à marcação de grandes penalidades para decidir o grande vencedor.
E se, ao intervalo, parecia que Portugal estava arredado da luta pela conquista do troféu, já que perdia por 5-1, a segunda parte foi extraordinária e colocou na quadra um contingente de bravas guerreiras lusitanas que fizeram de todo o corpo um enorme coração português para conseguirem o empate que as levou ao prolongamento e as colocou novamente na disputa do encontro.
A equipa das quinas não começou bem e aos oito segundos de jogo já perdia, depois de um golo de Ana Luiza. Situação que poderia ter surpreendido as lusas, mas que não o fez, já que o empate chegou dois minutos e meio depois, por Angélica Alves, a melhor marcadora da equipa nacional nesta prova.
O empate estava feito e pensava-se que Portugal partiria para uma melhor exibição, mas foi precisamente o contrário que aconteceu, já que até ao intervalo as brasileiras marcaram por mais quatro vezes, por Beatriz Fernandes, que bisou, Luana da Silva e também mais um golo para Ana Luiza, fixando o marcador ao intervalo no 5-1.
Portugal parecia, neste momento, arredado de qualquer luta possível pela discussão do título, mas a segunda parte trouxe uma selecção carregada da verdadeira alma lusitana. E engane-se quem pensava que com quatro golos de vantagem das brasileiras tudo estava resolvido!
Recuperação impressionante das portuguesas que aplicaram, no segundo tempo, um parcial de 4-0 para empatar o encontro.
Angélica Alves bisou na partida e viu Catarina Ribeiro, Carolina Pedreira e Helena Antunes marcarem os golos que permitiram o empate. O último, de Helena Antunes, apontado a 1.1 segundos do final, lançando todo o Pavilhão Multiusos de Guimarães numa enorme festa pela extraordinária capacidade de recuperação das portuguesas.
Foi depois necessário recorrer à disputa de mais dez minutos de jogo no prolongamento, que não trouxe novidades no marcador e obrigou à decisão por marcação de penáltis.
E aqui, neste momento decisivo, todas as jogadoras lusas brilharam - mesmo perante as constantes tentativas de distracção e provocação das atletas brasileiras - marcando os seus penáltis. Angélica Alves, Adriana Mendes, Catarina Lopes, Ana ribeiro e Carolina Pedreira não falharam e, no último remate brasileiro, viram a guarda-redes Ana Pinto defender o remate de Mayara Almeida, decidindo a contenda a favor das portuguesas, novas Campeãs Mundiais de Futsal Universitário, num campeonato que decorreu entre Braga e Guimarães.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login Seta perfil

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a Seta menu

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho