Correio do Minho

Braga, sábado

- +
‘Portugal 2020’ foi o pior quadro comunitário para os municípios
Município de Braga distinguido com Prémio Aristides de Sousa Mendes

‘Portugal 2020’ foi o pior quadro comunitário para os municípios

Exposição ‘O Amor Mata’ alerta para a violência doméstica

‘Portugal 2020’ foi o pior quadro comunitário para os municípios

Cávado

2021-07-20 às 06h00

José Paulo Silva José Paulo Silva

Projecto de combate ao insucesso escolar teve ontem sessão de encerramento. Presidente da Câmara Municipal de Esposende aproveitou momento censurar gestão dos fundos comunitários.

O presidente da Câmara Municipal de Esposende considerou o Portugal 2020 “talvez o pior quadro comunitário para os municípios”. O lamento de Benjamim Pereira foi expresso ontem na sessão de encerramento do projecto ‘Rumo ao Sucesso’, financiado pelo Fundo Social Europeu para o combate ao insucesso escolar no concelho.
Para o autarca de Esposende, aquele projecto, inserido no Plano Integrado e Inovador de Combate ao Insucesso Escolar do Cávado da Comunidade Intermunicipal (CIM) do Cávado, constitui uma excepção no período de vigência do Portugal 2020, já que, no âmbito da plano estratégico preparado pelas autarquias da sub-região, nem 5% do projectado obteve financiamento da União Europeia.
“Foi mau de mais. No fundo, não deixámos de ser iludidos numa negociação que nos dava ilusão de poder. Parecia que estávamos a negociar qualquer coisa e, depois, quando aparecem os avisos de candidatura, quase nada vem”, constatou o presidente da Câmara Municipal, esperando que o Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) e novo quadro financeiro de apoio a Portugal corrija a situação.
Em relação ao PRR, Benjamim Pereira não está muito optimista, já que ainda não conseguiu identificar em Esposende “um projecto que possa vir a ser apoiado” pela chamada ‘bazuca’ europeia.
O edil esposendense assinalou o investimento que o Município já realizou, no valor de quase seis milhões de euros, para a implantação do ensino superior e da investigação científica no concelho sem qualquer apoio de fundos comunitários.
Aos quatro milhões já investidos para a instalação de um pólo do Instituto Politécnico do Cávado e Ave, soma-se mais de um milhão na aquisição da Estação Radionaval da Apúlia para a criação de um centro de investigação em parceria com a Universidade do Minho, estando previstos mais 680 mil euros em concursos públicos para esta valência.
Presente na sessão de encerramento de ‘Rumo ao Sucesso’, o presidente da CIM do Cávado, Ricardo Rio, destacou o contributo do projecto para a redução das taxas de retenção escolar na sub-região, adiantando que no plano estratégico elaborado para o próximo quadro comunitário de apoio, “um projecto desta natureza” é prioritário, com ou sem financiamento comunitário.
O projecto ‘Rumo ao Sucesso’ concretizou-se com um Núcleo de Intervenção com Alunos e Famílias, Clubes de Motivação e Activação de Competências e com a acção Educação pela Arte.
Manuela Ferreira, directora da Escola Secundária Henrique Medina, destacou que, com as actividades desenvolvidas nos últimos três anos lectivos, foi possível apurar competências dos alunos, incluir ferramentas digitais nos processos de aprendizagem e, com isso, “melhorar os resultados escolares”. “Foi mais do que um processo de combate ao insucesso.?Veio reforçar a escola pública”, destacou a docente.
Manuel Meira, do Agrupamento de Escolas António Correia de Oliveira, alertou que, com o fim de ‘Rumo ao Sucesso’ “abre-se um vazio”, dadas as dificuldades das escolas em continuar a responder ao insucesso escolar com os recursos próprios que dispõem.
Segundo o presidente da Câmara Municipal, os “profissionais muito qualificados” que trabalharam no projecto cm vínculos precários deveriam continuar dentro das escolas”.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.

Bem-vindo ao Correio do Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho