Correio do Minho

Braga, quinta-feira

Plataforma da UMinho considerada “exemplar” pela Comissão Europeia
Barcelos: Abandono escolar precoce no centro do debate

Plataforma da UMinho considerada “exemplar” pela Comissão Europeia

Castelo de Lanhoso apresenta os rostos de D. Teresa

Ensino

2017-09-08 às 07h55

Redacção

A Comissão Europeia distinguiu a Plataforma Internacional Fibrenamics, da Universidade do Minho (UMinho), como “exemplo de boas práticas” na “promoção de uma relação de cooperação” entre o Ensino Superior e o meio empresarial, anunciou ontem a academia.

A Comissão Europeia distinguiu a Plataforma Internacional Fibrenamics, da Universidade do Minho (UMinho), como “exemplo de boas práticas” na “promoção de uma relação de cooperação” entre o Ensino Superior e o meio empresarial, anunciou ontem a academia.

Em comunicado enviado à Lusa, a UMinho explica que “todas as actividades e trabalho que a Fibrenamics tem levado a cabo, no que respeita à transferência de conhecimento e tecnologia junto do meio empresarial, permitiram que a Comissão Europeia, no âmbito do estudo que tem vindo a realizar acerca do trabalho de cooperação existente entre as instituições de ensino superior e as empresas, a seleccionasse como um modelo a seguir a nível Europeu”.

Segundo a academia minhota, “a Fibrenamics desenvolve todos os dias investigação fundamental ao mais alto nível na área das fibras”, trabalhando directamente com empresas a nível nacional e internacional no desenvolvimento de “produtos inovadores, e assume a organização de iniciativas que promovem a discussão sobre temáticas emergentes e o ‘networking’ entre o meio científico e empresarial”.

Para a Fibrenamics, salienta o texto, é ainda “ponto fulcral” a preocupação com o “desenvolvimento e envolvimento da sociedade” procurando “dar a conhecer de forma simples e completa o que de mais inovador tem sido criado e que repercussões é que esses desenvolvimentos poderão trazer para a sociedade”.

A UMinho explica que o estudo da Comissão Europeia teve por objectivo “obter uma compreensão mais profunda, abrangente e actualizada sobre o estado da cooperação entre as universidades e as empresas na Europa”, tendo como referencia a avaliação do estado de actuação desta cooperação nos diferentes países, a definição dos principais factores e barreiras para as diferentes partes interessadas e a averiguação do tipo de medidas/iniciativas que existem a nível regional/nacional para apoiar o desenvolvimento da cooperação entre as universidades e as empresas.

“A cooperação Universidade-Empresa é considerada o motor para sociedades e economias baseadas no conhecimento, sendo por isso, especialmente necessária no contexto europeu, que se encontra ameaçado pelo aumento da concorrência global, com questões económicas em curso e altos níveis de desemprego”, lê-se.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.